Pelecanus

Logo Pelecanus

As 30 Melhores Sobremesas da Colômbia por Região

Colombian arepas

Atualizado em 13/03/2024

Caro leitor,

Também gostaria de recomendar nosso guia de viagem para a Colômbia, que oferece uma visão geral perfeita das atrações turísticas do país. Aproveite a leitura.

A Colômbia é um país que brilha não só em termos de paisagens de deslumbramento e de um rico património cultural, mas também cativa os corações dos entusiastas da gastronomia com as suas deliciosas sobremesas. Cada canto do país tem a sua joia doce, reflectindo a história, as tradições e os ingredientes indígenas da sua área específica.

Neste blogue, vamos explorar as sobremesas mais emblemáticas que deliciaram gerações de colombianos, explicando os seus ingredientes e a história por detrás de cada iguaria.

Melhores Sobremesas da Região Andina

A região andina da Colômbia, localizada no centro do país, é caracterizada por sua impressionante topografia montanhosa, com a majestosa cordilheira dos Andes atravessando a região.

Além de sua beleza natural, a região é um centro de rico patrimônio cultural, com influências indígenas, espanholas e africanas. A agricultura é parte fundamental da economia, com culturas como batatas, milho e café.

Arequipe

Arequipe, também conhecido como doce de leite em outros países, é uma delícia obtida cozinhando leite e açúcar. Embora seu nome venha da cidade de Arequipa, no Peru, existem várias teorias sobre sua origem.

A versão mais plausível é que se espalhou na América Latina no século XVI sob o domínio espanhol. Arequipe é um ingrediente chave em numerosas preparações culinárias colombianas, como brevas con arequipe e obleas.

Abaixo, mencionaremos algumas das sobremesas que incluem este doce:

Brevas con arequipe

Brevas con arequipe são uma variedade de figos recheados com arequipe.

Para prepará-los, os figos geralmente são cortados e cozidos em água por 30 minutos. Açúcar é então adicionado, e eles continuam cozinhando por três horas. Finalmente, os figos cozidos são cortados ao meio sem separá-los completamente e recheados com arequipe.

Essa iguaria é frequentemente preparada durante a temporada de Natal e é um componente essencial das celebrações na Colômbia.

Obleas

Obleas consistem em duas finas e crocantes wafers redondas comumente recheadas com arequipe, mas também existem combinações com outros ingredientes como geleias, queijo ralado e creme.

A chave é colocar a quantidade certa de recheio para que as wafers não quebrem.

Essa sobremesa é amplamente apreciada na cultura colombiana. Uma versão popular são as obleas de Floridablanca Santander, conhecidas por seus recheios generosos.

Natilla

A natilla remonta ao período da colonização espanhola, quando técnicas de preparação de sobremesas com leite e açúcar se fundiram com ingredientes indígenas.

A natilla colombiana é principalmente feita a partir de ingredientes como leite, panela ou açúcar mascavo, canela, cravo e amido de milho. Agora, também são vendidos preparos prontos para consumo.

Essa sobremesa é especialmente relevante na cultura colombiana, sendo um elemento central em celebrações e festividades, como a Novena de Aguinaldos durante a temporada de Natal.

Manjar Blanco

Manjar blanco, uma especialidade tradicional do Valle del Cauca, é uma verdadeira delícia que leva tempo para preparar.

Seus ingredientes essenciais são farinha de arroz ou arroz branco, leite integral, açúcar e opcionalmente, bicarbonato de sódio para dar-lhe uma cor de caramelo escuro característica.

Para obter sua espessura característica, o amido é extraído do arroz que foi previamente embebido e misturado com leite. Essa mistura é então cozida em fogo médio-alto com os outros ingredientes por cerca de duas horas, resultando em uma textura densa e um tom de caramelo escuro que a distingue.

Merengón

O merengón, embora muitos colombianos acreditem que seja indígena, na verdade tem suas raízes no pavlova, uma sobremesa originária da Austrália ou Nova Zelândia.

Apesar de sua origem, tornou-se uma delícia popular na Colômbia. Consiste em merengue com creme, frutas e molhos doces.

Além de versões caseiras, o merengón está disponível em pontos de venda na Colômbia, onde é oferecido em porções individuais e adornado com uma variedade de frutas como graviola, amoras, morangos, pêssego, manga e muitas outras.

Bocadillo con queso

O bocadillo con queso é preparado cozinhando goiaba com açúcar até obter uma pasta espessa e doce, que é então cortada em quadrados ou formas geométricas.

Essa iguaria é comumente servida com queijo, muitas vezes queijo fresco, criando um contraste de sabores.

O bocadillo con queso é um alimento simbólico na Colômbia e é apreciado em várias ocasiões, desde lanches diários até celebrações e festividades.

Melhores Sobremesas da Região Caribenha

A região caribenha da Colômbia, localizada no norte do país e fazendo fronteira com o Mar do Caribe, é um canto requintado e diversificado que atrai tanto os amantes da praia quanto os entusiastas da gastronomia. No universo das sobremesas, a região caribenha não decepciona.

Quando se trata de sobremesas, a região caribenha não deixa a desejar. Aqui, os doces são parte integrante da cultura. Desde cocadas até doces de abacaxi; em suma, a diversidade de frutas tropicais, como abacaxi, manga e coco, torna-se a base de muitas sobremesas, trazendo frescor e sabor às preparações locais.

Enyucado

O enyucado é uma preparação típica da costa atlântica da Colômbia, baseada na mandioca, um tubérculo amplamente cultivado na região.

A mandioca é ralada e misturada com ingredientes como coco ralado, rapadura e canela, formando uma massa que é assada até obter uma textura crocante por fora e macia por dentro.

O enyucado é muito versátil, pois pode ser apreciado como sobremesa ou servido como acompanhamento para carnes e frutos do mar.

Dulce de icaco

O dulce de icaco é feito a partir do icaco, uma pequena fruta tropical que prospera nas regiões quentes e úmidas da Colômbia. É cultivado em altitudes que variam do nível do mar a 1500 metros acima do nível do mar e é encontrado em áreas costeiras devido à sua adaptabilidade a solos arenosos.

A preparação envolve cozinhar lentamente o icaco com açúcar e especiarias como canela ou cravo, resultando em um xarope doce e aromático.

Na Colômbia, esse xarope é muito valorizado e usado como complemento em sobremesas, sorvetes ou como recheio em bolos e preparações tradicionais. Geralmente é acompanhado por queijo cremoso ou pedaços de queijo branco macio. Além disso, o icaco é uma fruta rica em vitamina C.

Cocadas

As cocadas se destacam pela base de coco ralado, combinado com açúcar, leite condensado e rapadura. Resulta em uma mistura pegajosa e doce, apresentada em diversas formas, como pequenas bolas ou quadrados, às vezes adornados com cerejas em calda ou outros ingredientes.

A preparação das cocadas envolve cozinhar coco ralado, água de coco, meio quilo de açúcar e cravo em uma panela, adicionando o restante do açúcar quando o xarope começar a engrossar, e deixando pequenas porções esfriarem em uma superfície úmida.

Essas deliciosas cocadas duram bem em um recipiente hermético na geladeira por duas semanas. São amplamente populares e vendidas nas ruas e praias do país.

Alegrías

As alegrías são feitas assando milho, misturando-o com mel, rapadura, amendoim, sementes de gergelim e coco ralado.

Os ingredientes são cozidos para criar uma mistura pegajosa moldada em formas como bolas ou retângulos.

A sobremesa final combina a doçura do mel e da rapadura com a crocância do milho torrado e a cremosidade do coco ou amendoim. As alegrías vêm em várias cores e formas, muitas vezes adornadas com folhas de banana para um visual artesanal e atraente.

Torta de anís

A torta de anís é caracterizada pelo uso distintivo de sementes de anis. Para prepará-la, ingredientes básicos como farinha, açúcar, ovos e manteiga são misturados, e uma quantidade generosa de sementes de anis é adicionada.

Essas sementes contribuem com um sabor ligeiramente picante e um aroma reconfortante ao bolo. A massa é cuidadosamente trabalhada até obter uma consistência uniforme e depois assada até adquirir uma cor dourada e uma textura macia.

Bollos de yuca

Bollos de yuca, uma especialidade do Atlántico e de Bolívar, especialmente em Ponedera, perto de Barranquilla, começam com yuca cozida e moída.

A massa é moldada em formas alongadas, envolvida em folhas de milho e amarrada com majagua. Cozidos em água salgada, essas mordidas são tradicionalmente servidas com queijo da região costeira.

Ponedera sedia o Festival del Bollo y del Frito anualmente, celebrando receitas diversas e mostrando a riqueza da culinária local.

Melhores Sobremesas da Região Insular

A região insular da Colômbia inclui o arquipélago de San Andrés, Providencia e Santa Catalina no Mar do Caribe, além de outras ilhas desabitadas no Pacífico. Possui sua própria variedade de sobremesas e doces que frequentemente incorporam ingredientes locais como coco e frutas tropicais. Aqui estão alguns exemplos de sobremesas típicas das ilhas colombianas:

Doce de Coco da Ilha

O doce de coco da ilha, símbolo da região insular da Colômbia, especialmente em San Andrés, Providencia e Santa Catalina, apresenta uma base de coco ralado misturado com açúcar para uma textura doce e pegajosa. Algumas receitas incluem leite de coco para maior cremosidade.

Cozido lentamente até obter uma consistência doce e densa, é moldado em bolas ou quadrados e frequentemente adornado com açúcar de confeiteiro ou coco ralado para decoração e um contraste de textura.

Doce de Abacaxi

O doce de abacaxi é uma iguaria tropical que se tornou uma especialidade na região insular. O abacaxi, uma fruta abundante nas ilhas, é cozido lentamente com açúcar até se tornar uma conserva doce.

Seu sabor refrescante e textura doce e azeda o tornam perfeito como sobremesa ou acompanhamento para uma refeição local.

Cocadas de Abacaxi

As cocadas de abacaxi são uma variante das cocadas tradicionais, enriquecidas com o sabor tropical do abacaxi. Coco ralado é misturado com pedaços de abacaxi e moldado em várias formas.

Doce de Tamarindo

O xarope de tamarindo é outro exemplo de como as frutas tropicais se tornam doces requintados na região insular.

O tamarindo é uma fruta longa e curva com uma casca marrom dura e quebradiça. Dentro da casca está a polpa de tamarindo, que é marrom escura a preta. Esta polpa é pegajosa e tem uma textura fibrosa.

A polpa de tamarindo é então cozida com açúcar até formar uma preparação espessa e saborosa. Seu sabor doce e azedo e aroma distinto são muito valorizados na região.

Melhores Sobremesas da Região do Pacífico

A região do Pacífico da Colômbia, uma joia natural e cultural localizada no oeste do país, é um lugar com vastas florestas tropicais, praias intocadas e uma riqueza cultural enraizada nas comunidades afro-colombianas e indígenas.

Bolo Preto

O bolo preto, uma iguaria que combina a herança africana com a riqueza local, tem características distintas na região do Pacífico em comparação com a versão andina que compartilha o nome.

A base inclui rapadura para uma cor escura e sabor distintivo, juntamente com ingredientes locais como coco ralado, nozes, uvas-passas, aguardente e especiarias como canela e cravo. A combinação resulta em uma mistura densa cozida lentamente para alcançar sua consistência característica.

Doce de Papayuela

O xarope de papayuela, uma sobremesa tradicional da região do Pacífico da Colômbia, apresenta a abundante fruta tropical papayuela como ingrediente-chave.

Para fazer o xarope, papayuelas são coletadas, descascadas e cortadas em fatias finas. Cozidas lentamente com rapadura, canela e cravo, o processo permite que a fruta absorva os sabores ricos, tornando-se macia e doce.

O resultado é um doce delicioso com sabor doce e azedo e uma textura suave e gelatinosa.

Doce de Bambuco

O doce de bambuco refere-se ao “bambuco”, uma dança tradicional da região.

O ingrediente principal é a banana, uma fruta que cresce abundantemente na região do Pacífico. As bananas são descascadas, fatiadas finamente e cozidas com rapadura e especiarias como canela e cravo. O cozimento lento permite que os aromas se misturem, dando ao doce seu sabor doce e azedo característico e textura suave.

Depois que o doce de bambuco está pronto, ele é cortado em pequenas porções, frequentemente embrulhado em folhas de banana para preservar sua frescura e sabor.

Doce de Amido de Milho

A base do doce de amido de milho é a substância obtida do milho. O amido de milho é misturado com rapadura, canela e cravo, e cozido lentamente até atingir uma consistência densa e pegajosa. Durante o processo de cozimento, o doce assume seu sabor doce e azedo característico e tons de especiarias.

Semelhante à sobremesa anterior, uma vez que o doce de amido de milho está pronto, ele é cortado em pequenas porções quadradas ou retangulares e embrulhado em folhas de banana.

Melhores Sobremesas da Região da Orinoquía

A região da Orinoquía na Colômbia é uma vasta planície na parte leste do país, que abrange uma variedade de paisagens e ecossistemas. Essa região está localizada em uma zona de transição entre os Andes e a Amazônia, o que lhe confere uma importância ecológica significativa.

Quanto à gastronomia, a Orinoquía oferece uma deliciosa variedade de pratos que refletem a vida nas planícies. Os principais ingredientes das sobremesas nesta região frequentemente incluem produtos indígenas como coco, cacau e bananas.

Majarete

Majarete, também conhecido como “llanero majarete”, apresenta como ingrediente principal o amido de milho. Combinado com leite, açúcar, canela e essência de baunilha, forma uma mistura espessa cozida lentamente para obter uma textura suave e consistente.

Tradicionalmente servido em pequenas porções, o majarete é polvilhado com canela em pó, lembrando a textura de flan ou pudim. Seu sabor delicado e doce é aprimorado pelo toque distintivo da canela.

Bolo de Castanha de Caju

O bolo de castanha de caju, uma sobremesa tradicional feita com castanhas de caju (nozes de marañón), começa com castanhas de caju moídas em uma farinha fina.

A farinha é combinada com ovos, açúcar, manteiga, essência de baunilha e às vezes raspas de limão para criar uma massa.

Assado até obter uma consistência firme e dourada, ele exibe o sabor doce e amadeirado característico das castanhas de caju, que são nativas da América tropical, particularmente abundantes na região da Orinoquía.

Doce de Cana-de-Açúcar

O doce de cana-de-açúcar, símbolo da cultura culinária regional, é elaborado a partir do caldo de cana-de-açúcar. O processo começa com a extração do caldo através da moagem dos caules de cana-de-açúcar. O caldo é lentamente fervido em grandes caldeirões, evoluindo para uma melado doce e espesso ao longo de várias horas.

Caracterizado por uma cor dourada escura e um sabor doce profundo com nuances de caramelo, o doce de cana-de-açúcar pode incluir adições como essência de baunilha ou canela para um sabor aprimorado.

Doce de Leite de Búfala

O doce de leite de búfala, um produto lácteo tradicional da região llanera, utiliza leite de búfala criado na área, conhecido por seu teor mais alto de gordura e proteína do que o leite de vaca.

A preparação envolve ferver lentamente leite de búfala fresco com açúcar por horas, resultando em uma mistura cremosa e doce conhecida como doce de leite de búfala. O processo de cozimento confere uma cor dourada e um sabor caramelizado intenso.

Aprecie este doce sozinho ou acompanhado de arepas, pão ou biscoitos. Também pode ser usado como ingrediente em bolos, tortas e sorvetes.

Almohábano

Os almohábanos são feitos principalmente com panela (açúcar mascavo) e coco ralado. O coco ralado é misturado com panela, proporcionando uma sensação pegajosa ao ser mordido.

Esses doces geralmente são apresentados na forma de pequenas porções individuais, perfeitas para serem apreciadas como um lanche doce a qualquer hora do dia.

Eles são especialmente populares durante festividades, celebrações e como presentes típicos da região.

Torta de Camote

Para fazê-la, as batatas-doces são cozidas e depois amassadas para obter uma polpa suave e doce. Esta polpa é misturada com ingredientes como açúcar, manteiga, ovos e às vezes especiarias como canela ou baunilha para realçar o sabor.

A mistura é despejada em uma forma e assada até adquirir uma consistência firme. A torta de batata-doce é conhecida por sua cor laranja brilhante, que vem da batata-doce, e seu sabor doce e reconfortante.

É frequentemente servida como sobremesa ou acompanhamento de refeições especiais e celebrações na região da Orinoquía.

As melhores sobremesas da Amazónia

A região amazônica da Colômbia está localizada na parte sul do país e faz parte da bacia do rio Amazonas, uma das maiores e mais importantes florestas tropicais do mundo. Portanto, é lar de inúmeras espécies de plantas, animais e pássaros, muitos dos quais são endêmicos e únicos nesta região.

Alimentos como aipim, bananas e frutas amazônicas exóticas fazem sobremesas incríveis.

Mazamorra de plátano verde

A mazamorra de plátano verde, uma sobremesa indígena passada de geração em geração na Amazônia colombiana, é especialmente popular na região devido à abundância de bananas verdes.

Preparada com bananas verdes, leite de coco e panela, o prato envolve cozinhar as bananas em leite de coco com panela e especiarias tropicais até ficarem macias. O resultado é uma consistência espessa e cremosa.

Servida tradicionalmente em pequenas porções como sobremesa ou lanche, é frequentemente adornada com canela em pó para um sabor aprimorado e decorada com folhas de banana ou coco ralado.

Dulce de copoazú

O doce de copoazú, uma iguaria elaborada a partir da rica polpa da fruta nativa copoazú, pertence à família do cacau, oferecendo sabor e nutrientes.

Os ingredientes principais incluem copoazú, açúcar e leite de coco. O processo envolve a combinação da polpa de copoazú com açúcar e leite de coco, seguido por cozimento lento. Isso resulta em uma preparação suave e cremosa conforme a polpa se desfaz com o calor.

Apresentado em porções individuais, o doce de copoazú pode ser adornado com cacau em pó ou raspas de copoazú para realçar seu sabor. É versátil, servindo tanto como sobremesa quanto como lanche da tarde.

Bolo de aipim

O bolo de aipim é uma sobremesa que presta homenagem a um dos ingredientes mais icônicos da selva: o aipim.

Primeiro, o aipim é descascado e ralado, depois misturado com ingredientes como açúcar, leite de coco e um toque de canela. A massa resultante é assada até adquirir uma textura dourada e crocante por fora, enquanto mantém a maciez por dentro.

O bolo de aipim não é apenas uma iguaria doce, mas também evoca um senso de pertencimento à rica tradição culinária da região. Essa sobremesa também é apreciada como complemento de uma refeição.

Dulce de camu camu

O doce de camu camu, uma iguaria da região amazônica, destaca seu principal ingrediente, a pequena fruta vermelha com alto teor de vitamina C.

As bagas maduras de camu camu têm sua polpa extraída e combinada com açúcar e componentes indígenas. Cozido lentamente para alcançar uma textura densa e um tom avermelhado característico, o doce oferece um toque cítrico, capturando o sabor autêntico da selva.

Servido em pequenas porções, o doce de camu camu também pode ser usado como cobertura para sobremesas, sorvetes ou até pratos principais.

Mais informações sobre a cultura na Colômbia

Explore a cultura da Colômbia navegando nos nossos blogues.

Mais sobre a comida colombiana

Search

About Author

Frank

Frank

Olá, eu sou Frank Spitzer, o fundador e o coração por trás da Pelecanus, uma operadora de turismo especializada em viagens na Colômbia. Meu percurso em viagens é amplo — já viajei para mais de 60 países, absorvendo culturas, experiências e histórias. Desde 2017, tenho usado essa riqueza global de experiência para criar experiências de viagem inesquecíveis na Colômbia.Sou reconhecido como uma das principais autoridades em turismo colombiano e tenho uma profunda paixão por compartilhar esse belo país com o mundo. Você pode ver um pouco das minhas aventuras de viagem e percepções sobre a Colômbia no meu canal do YouTube. Também sou ativo em plataformas de mídias sociais, como TikTok, Facebook, Instagram e Pinterest, onde compartilho a cultura vibrante e as paisagens deslumbrantes da Colômbia.Para fazer contatos profissionais, fique à vontade para se conectar comigo no LinkedIn. Junte-se a mim nesta incrível jornada e vamos explorar as maravilhas da Colômbia juntos!

youtube Facebook Instagram Pinterest Tiktok