Pelecanus

Logo Pelecanus

16 Sopas Tradicionais Colombianas que não Pode Deixar de Provar

Traditional caribbean food

Atualizado em 13/03/2024

Caro leitor,

Também gostaria de recomendar nosso guia de viagem para a Colômbia, que oferece uma visão geral perfeita das atrações turísticas do país. Aproveite a leitura.

Na Colômbia, as sopas são muito mais do que apenas um prato quente para saciar a fome. São uma expressão da rica diversidade cultural e gastronómica que caracteriza esta nação sul-americana. Por isso, convido-o a descobrir as sopas colombianas que deve provar na sua próxima viagem ao país.

Gastronomia Colombiana e Sopas: Um Mundo a Explorar

A gastronomia colombiana é rica e diversificada, com uma característica notável sendo a variedade de sopas que oferece. Desde a costa caribenha até as terras altas dos Andes, a Colômbia possui uma impressionante variedade de sopas, cada uma com sabores únicos e uma ampla gama de ingredientes.

A popularidade das sopas pode ser atribuída a várias razões, incluindo:

  • Facilidade de preparo
  • Tipicamente exigindo poucos ou ingredientes muito comuns
  • Alta versatilidade

Na Colômbia, você pode tomar sopa no café da manhã, almoço, jantar e como acompanhamento para outras refeições. Além disso, se estiver de ressaca ou indisposto, a sopa é o prato mais adequado, e você tem muitas opções para escolher, já que cada região da Colômbia tem suas sopas típicas.

Melhores Sopas Colombianas

Aqui estão algumas sopas marcantes de diferentes regiões da Colômbia que você deveria experimentar pelo menos uma vez na vida:

Ajiaco santafereño

Região Natural: Andina
Cidade Principal: Bogotá
Receita Vegana ou Vegetariana: Não
Ingredientes:

  • Coxas ou peito de frango
  • Batatas sabanera
  • Batatas pastusa
  • Milho
  • Batata criolla (batata amarela)
  • Cebolinha
  • Coentro
  • Guasca (erva aromática)
  • Alho
  • Água
  • Um pouco de óleo
  • Sal e pimenta a gosto

O Ajiaco Santafereño é uma sopa deliciosa e cremosa feita com batatas, frango e ervas endêmicas. É consumido principalmente como almoço em Bogotá. Sua origem remonta aos tempos pré-colombianos, quando o povo indígena Muisca na região já preparava uma sopa semelhante usando batatas, guascas e outros ingredientes. Com a chegada dos colonizadores espanhóis, novos ingredientes como frango foram incorporados.

Normalmente é servido com creme, alcaparras, arroz e abacate.

Caldo de costela

Região Natural: Comum em todas as regiões, especialmente na Andina
Receita Vegetariana: Não
Ingredientes:

  • Costelas de carne bovina
  • Batatas
  • Cebolinha
  • Alho
  • Coentro
  • Água
  • Sal a gosto

O Caldo de Costilla chegou à Colômbia no início do século XX e diz-se ter influências indígenas, africanas e europeias em seus ingredientes e preparo. Um “caldo” é mais fino e mais leve do que uma sopa. Na época de sua chegada, era consumido por trabalhadores que precisavam de energia e força para construir ferrovias.

Hoje, esse caldo é consumido no café da manhã e comumente quando uma pessoa está de ressaca ou indisposta. Muitas pessoas o chamam de “cura para a ressaca”, já que cada colherada oferece um sabor suave e reconfortante. Geralmente é acompanhado por chocolate com arepa ou com pão e ovos.

Caçarola de marisco

Região Natural: Caribenha
Principais Cidades: Barranquilla, Cartagena e Santa Marta
Receita Vegetariana: Não
Ingredientes:

  • Frutos do mar mistos (polvo, lula, ostras, camarão, entre outros frutos do mar)
  • Peixe branco
  • Caldo de peixe
  • Cebolinha
  • Pimentão
  • Alho
  • Açafrão
  • Manteiga
  • Azeite de oliva
  • Creme de leite
  • Extrato de tomate
  • Leite de coco
  • Vinho branco
  • Salsa
  • Coentro
  • Sal e pimenta a gosto

O cozido de frutos do mar colombiano é um prato emblemático da costa do país. Reflete a influência afro-colombiana e a riqueza culinária da região costeira.

O cozido de frutos do mar apresenta ingredientes aromáticos como pimentão, vinho e frutos do mar. Sua preparação é direta: cebolas, alho e pimentões são refogados em óleo até ficarem macios. Em seguida, frutos do mar como camarão, lula e peixe, juntamente com tomate, coco ralado, caldo de peixe e temperos como coentro e açafrão, são adicionados. A mistura é cozida até que os frutos do mar estejam cozidos e o caldo engrosse.

Seu sabor é envolvente e tem uma cor alaranjada atraente. Geralmente é servido com banana frita.

Cuchuco com espinha dorsal

Região Natural: Andina
Cidade: Altiplano Cundiboyacense (savana de Bogotá, Ubaté, Tunja e Sogamoso)
Receita Vegetariana: Não
Ingredientes:

  • Cuchuco de trigo hidratado
  • Espinhaço de porco
  • Batata
  • Batata criolla (batata amarela)
  • Feijões
  • Ervilhas
  • Cenoura
  • Feijões lima
  • Talos
  • Cebolinha
  • Alho
  • Coentro
  • Água
  • Sal e pimenta a gosto

O Cuchuco con Espinazo é um exemplo da influência indígena e espanhola na culinária das terras altas de Cundiboyacense. Esta sopa de trigo e espinhaço de porco é amplamente consumida no almoço devido ao seu sabor reconfortante, teor nutricional e textura interessante. Além disso, proporciona calor nos dias mais frios das montanhas andinas.

Changua

Região Natural: Andina
Cidade: Bogotá
Receita Vegetariana: Sim
Ingredientes:

  • Pão, calado (pão seco) ou almojábana (massa colombiana)
  • Ovo
  • Leite
  • Água
  • Cebolinha
  • Coentro
  • Sal a gosto

Changua é uma sopa tradicional colombiana, embora seja consumida principalmente em Bogotá no café da manhã. Suas origens são atribuídas às comunidades Chibcha da região. Atualmente, é um prato que alguns adoram e outros não gostam devido à sua mistura única de ingredientes, como leite com cebola e coentro. Além disso, tem a textura aquosa do pão. No geral, é um prato cremoso e saboroso que muitos acompanham com bebidas de chocolate.

Changua caballuna

Região Natural: Andina
Cidades: Chía, Pacho, Zipaquirá e Muzo
Receita Vegetariana: Sim
Ingredientes:

  • Pão ou torrada (pão seco)
  • Ovo
  • Patacones (plátano frito e esmagado)
  • Cebolinha
  • Água
  • Sal e pimenta a gosto

Changua Caballuna é uma variação da changua tradicional porque não contém leite e inclui patacones. É consumido principalmente em pequenos municípios. Seu sabor é delicioso, embora seja um pouco aguado. É ideal para o café da manhã ou quando está frio.

Guandú

Região Natural: Caribenha
Principais Cidades: Barranquilla e Chinú
Receita Vegetariana: Não
Ingredientes:

  • Carne de bovino salgada (peito)
  • Inhame (tubérculo)
  • Guandú (legume)
  • Mandioca
  • Plátano maduro
  • Cebola de echalota
  • Cebolinha
  • Pimentão
  • Alho
  • Coentro
  • Cominho
  • Sal e pimenta a gosto

O sancocho ou sopa de guandú é uma sopa caribenha popular feita com inhame, mandioca, plátano e carne de bovino. É acompanhado de arroz branco, arroz de coco, um pouco de massa de mandioca e guarapo de panela (bebida fermentada). Considerado um prato de carnaval, é comumente consumido no almoço ou no café da manhã.

Mazamorra chiquita

Região Natural: Andina
Cidade: Planalto Cundiboyacense (savana de Bogotá, Ubaté, Tunja e Sogamoso)
Receita Vegetariana: Não
Ingredientes:

  • Farinha de milho
  • Costelas de bovino ou osso
  • Batata
  • Batata criolla (batata amarela)
  • Feijões
  • Feijões lima
  • Ervilhas
  • Cenoura
  • Cebolinha
  • Alho
  • Talos
  • Coentro
  • Sal e pimenta a gosto

A Mazamorra Chiquita é acreditada ter sido criada pelos povos indígenas ou camponeses de Boyacá. Em resumo, é uma sopa deliciosa e espessa, composta por batatas, diversos vegetais e costelas de bovino, servida no almoço. Fornece muita energia e calor e é geralmente consumida em dias frios ou em lugares frios. Tipicamente, é cozida em lenha e acompanhada por uma banana ou chicha (bebida fermentada de milho). É uma das sopas mais conhecidas do país.

Uma observação interessante sobre seu nome: “mazamorra chiquita” não se refere ao seu tamanho, mas é usada para diferenciá-la de uma sopa doce chamada “mazamorra”, feita com milho branco, leite e panela, que também é conhecida em Antioquia. Adicionar “chiquita” especifica que é uma sopa salgada.

Mondongo

Regiões Naturais: Andina e Caribenha
Receita Vegetariana: Não
Ingredientes:

  • Tripas de bovino
  • Porco
  • Batata
  • Batata criolla (amarela)
  • Mandioca
  • Cenoura
  • Ervilhas
  • Cebolinha
  • Coentro
  • Cominho
  • Caldo de galinha
  • Sal e pimenta a gosto

Mondongo é uma sopa que consiste principalmente de tripas de bovino, porco, batatas e diferentes vegetais. Sua origem remonta à colonização espanhola, onde ingredientes indígenas colombianos se fundiram com técnicas culinárias europeias e influência africana.

É especialmente popular na região andina do país e é consumido durante celebrações, eventos especiais ou no almoço. Seu sabor e textura únicos geralmente são acompanhados de arroz e abacate.

Mote de queso (Mote de queijo)

Região Natural: Caribenha
Cidades: Montes de María e Sabanas del Bolívar Grande
Receita Vegetariana: Sim
Ingredientes:

  • Inhame (tubérculo)
  • Queijo costeño (queijo salgado duro)
  • Coalhada costeña (semelhante a creme de leite azedo)
  • Cebolinha
  • Cebola de echalota
  • Alho
  • Limão
  • Óleo
  • Sal e pimenta a gosto

Mote de Queso tem suas origens principalmente no século XX durante a Guerra dos Mil Dias. Acredita-se que, devido à fome causada por esse conflito, o exército do General Rafael Uribe Uribe começou a comer inhame. Ele evoluiu devido à herança árabe e à influência espanhola nas casas colombianas, tornando-se o prato conhecido hoje. É uma sopa feita com inhame, queijo costeño, e rico em sabor, proveniente de ingredientes como cebola e alho.

Tem um sabor um tanto forte para alguns paladares, mas é delicioso e espesso. É consumido no almoço ou no café da manhã.

Mute santandereano

Região Natural: Andina
Cidades: Bucaramanga e San Gil
Receita Vegetariana: Não
Ingredientes:

  • Perna de boi
  • Costelas de boi
  • Porco
  • Tripas de bovino
  • Milho cozido descascado
  • Batata
  • Batata criolla (amarela)
  • Abóbora
  • Feijões
  • Ervilhas
  • Cenoura
  • Coentro
  • Cebolinha
  • Alho
  • Água
  • Sal e pimenta a gosto

O Mute, como o conhecemos agora, tem suas origens em um guisado judaico-espanhol e português chamado adafina. No entanto, seus ingredientes se adaptaram ao que estava disponível localmente. Na verdade, “mute” significa “milho” em quéchua. Esta sopa, com várias carnes, batatas e legumes como abóbora e cenoura, tem um sabor muito suave e é ideal quando você está com muita fome ou frio. Geralmente é consumido no almoço e acompanhado de arroz, abacate e banana-da-terra frita.

Sancocho de Galinha

Regiões Naturais: Andina, Orinoco, Caribenha e Pacífica
Cidades: Comum em grandes cidades como Bogotá, Medellín, Villavicencio, Cali, Bucaramanga, entre outras
Receita Vegetariana: Não
Ingredientes:

  • Galinha
  • Batata
  • Batata criolla (amarela)
  • Plátano verde
  • Mandioca
  • Milho
  • Cebolinha
  • Alho
  • Coentro
  • Sal e pimenta a gosto

O Sancocho de Gallina, uma sopa feita com carnes, tubérculos, vegetais e temperos típicos de vários países hispano-americanos, acredita-se que venha da Espanha. No entanto, a Colômbia o adaptou usando ingredientes locais. É fácil de preparar; você só precisa cozinhar a galinha com alho, cebola e sal. Quando estiver macia, adicione os outros ingredientes até engrossar.

É delicioso e substancioso, talvez explicando sua grande popularidade, já que é uma das sopas mais famosas do país. Literalmente, você a encontra em todos os lugares. Embora seja geralmente consumido no almoço, muitas pessoas o preparam para “paseos de olla”, uma tradição de passeios em família nos arredores das cidades, geralmente perto de um rio, onde o sancocho é preparado, e as pessoas compartilham algum tempo. Seu sabor quando cozido sobre madeira é ainda mais rico. É acompanhado por arroz e abacate.

Sancocho de Peixe

Regiões Naturais: Caribenha, Amazônica e Insular
Cidades: Santa Marta, Cartagena, Leticia e San Andrés
Receita Vegetariana: Não
Ingredientes:

  • Peixe
  • Batata
  • Batata criolla (amarela)
  • Mandioca
  • Milho
  • Plátano verde
  • Cebolinha
  • Óleo
  • Água
  • Cominho
  • Coentro
  • Sal e pimenta a gosto

O Sancocho de Pescado é uma variante do Sancocho de Gallina. Suas origens são acreditadas como as mesmas, com os colombianos costeiros decidindo adicionar peixe, pois é uma proteína mais comum localmente. É consumido no almoço ou no café da manhã e é acompanhado por arroz, abacate e banana-da-terra frita.

Sancocho Trifásico

Regiões Naturais: Andina, Pacífica e Orinoco
Cidades: Bogotá, Cali, Villavicencio, entre outras
Receita Vegetariana: Não
Ingredientes:

  • Carne bovina
  • Porco
  • Frango ou galinha
  • Batatas
  • Batatas criollas (amarelas)
  • Mandioca
  • Milho
  • Plátano verde
  • Sofrito (refogado de tomate, cebola e alho)
  • Cebolinha
  • Óleo
  • Coentro
  • Água
  • Sal e pimenta a gosto

O Sancocho Trifásico é outra variante do sancocho de gallina, mas inclui três tipos de carne: bovina, suína e frango ou galinha, daí seu nome “trifásico”. Acredita-se que tenha as mesmas origens que o sancocho clássico. Esta variante é consumida no almoço ou no café da manhã e é acompanhada por arroz e abacate. Cada colherada é rica em sabor e consistência, mas não é espessa. É um prato comum para celebrações ou eventos especiais, como Natal ou Ano Novo.

Sopa de arroz

Região Natural: Andina
Cidades: Bogotá, Chía, Sopó e Pacho
Receita Vegetariana: Não
Ingredientes:

  • Costelas de boi
  • Tripa de boi
  • Arroz
  • Feijão
  • Cenoura
  • Feijão-lima
  • Batata
  • Batatas criollas (amarelas)
  • Cebolinha
  • Água
  • Sal e pimenta a gosto

A sopa de arroz é muito típica na região andina. Além de seu sabor delicioso e textura rica, é fácil de preparar. Muitos apenas adicionam os ingredientes à panela de pressão e, em apenas alguns minutos, está pronto. É um prato muito reconfortante que é popularmente acompanhado por uma banana, abacate e pira de milho ou pipoca. Embora possa parecer estranho, seus acompanhamentos combinam bem com o sabor da sopa, deixando você se sentindo satisfeito.

Sopa de massa

Regiões Naturais: Andina, Amazônica, Caribenha, Pacífica, Insular e Orinoco
Cidades: Todas as grandes cidades
Receita Vegetariana: Não
Ingredientes:

  • Carne de costela ou coxas de frango
  • Batata
  • Batatas criollas (amarelas)
  • Massa (fio de anjo ou conchas são comumente usados)
  • Cebolinha
  • Coentro
  • Alho
  • Sal e pimenta a gosto

Na realidade, a sopa de massa é comum em vários países ao redor do mundo, como China, Japão e Itália. Alguns dizem que chegou à América através dos ingleses, que a descobriram em suas viagens à Itália. Na Colômbia, esta sopa é consumida no almoço, jantar, quando está frio ou quando alguém está doente, pois é muito leve. É acompanhada por pira de milho, patacones (banana-da-terra frita) e abacate.

Mais sobre Cultura e Eventos Colombianos

Mais blogues sobre a Cultura Colombiana

Search

About Author

Frank

Frank

Olá, eu sou Frank Spitzer, o fundador e o coração por trás da Pelecanus, uma operadora de turismo especializada em viagens na Colômbia. Meu percurso em viagens é amplo — já viajei para mais de 60 países, absorvendo culturas, experiências e histórias. Desde 2017, tenho usado essa riqueza global de experiência para criar experiências de viagem inesquecíveis na Colômbia.Sou reconhecido como uma das principais autoridades em turismo colombiano e tenho uma profunda paixão por compartilhar esse belo país com o mundo. Você pode ver um pouco das minhas aventuras de viagem e percepções sobre a Colômbia no meu canal do YouTube. Também sou ativo em plataformas de mídias sociais, como TikTok, Facebook, Instagram e Pinterest, onde compartilho a cultura vibrante e as paisagens deslumbrantes da Colômbia.Para fazer contatos profissionais, fique à vontade para se conectar comigo no LinkedIn. Junte-se a mim nesta incrível jornada e vamos explorar as maravilhas da Colômbia juntos!

youtube Facebook Instagram Pinterest Tiktok