Pelecanus

Logo Pelecanus

Férias na Colômbia: Guia de feriados e fins de semana prolongados na Colômbia

These are the holidays in Colombia: Typical Church in Colombia.

Atualizado em 04/03/2024

Caro leitor,

Também gostaria de recomendar nosso guia de viagem para a Colômbia, que oferece uma visão geral perfeita das atrações turísticas do país. Aproveite a leitura.

Quais são e quantos são os feriados na Colômbia?

Feriados na Colômbia oferecem uma oportunidade para desfrutar de música, comida, jogos e encontros familiares e comunitários. Essas datas são principalmente utilizadas para expressar a fé religiosa e a riqueza cultural do país.

A Colômbia comemora, em geral, 18 feriados por ano, dos quais 12 são de origem religiosa e 6 de origem cívica

Esses feriados são designados como dias de folga para os trabalhadores, permitindo-lhes descansar sem deduções salariais para comemorar eventos históricos ou religiosos. Os feriados são classificados em dois tipos: datas fixas e móveis.

  • Datas fixas: Esses feriados são comemorados no mesmo dia todos os anos, independentemente do dia da semana. Correspondem a eventos históricos específicos, como o Natal ou o Dia da Independência.
  • Datas móveis: Esses feriados são transferidos para a próxima segunda-feira se caírem de terça a sexta-feira, de acordo com a Lei Emiliani. Portanto, as datas variam a cada ano.

O que é a Lei Emiliani?

A Lei Emiliani, uma reforma ao código trabalhista da Colômbia criada pelo jurista e político Raimundo Emiliani Román em 1983, transfere a maioria dos feriados nacionais para a segunda-feira mais próxima. Isso conecta um feriado com um fim de semana completo (3 dias no total), visando facilitar o descanso, promover o turismo e incentivar a integração familiar.

A Lei Emiliani se aplica tanto aos feriados religiosos quanto aos cívicos sem datas fixas, abrangendo aproximadamente 10 dos 18 feriados totais.

Por que a Colômbia tem tantos feriados?

A Colômbia se orgulha de ter numerosos feriados devido à sua rica história, diversidade cultural e, acima de tudo, à influência religiosa católica desde a colonização espanhola. Muitos feriados estão ligados a datas significativas no calendário católico.

As celebrações regionais, eventos culturais e outros eventos históricos importantes do país também são considerados ao determinar feriados.

Devido à abundância de feriados, o ano letivo e de trabalho às vezes é afetado, pois o número de dias úteis é reduzido. Isso tem gerado debates sobre a praticidade de manter tantos dias ‘não úteis’.

Quais são os feriados na Colômbia?

Agora que você está mais familiarizado com os conceitos-chave, é hora de explorar os feriados!

1º de janeiro: Dia de Ano Novo

O Ano Novo é o primeiro feriado do ano na Colômbia. Uma prática notável é o jantar de Ano Novo em 31 de dezembro. As famílias se reúnem para desfrutar de pratos tradicionais como tamales, lechona e peru assado, acompanhados de vinho, champanhe ou aguardente.

As tradições incluem andar com uma mala à meia-noite para atrair aventuras e viagens durante o ano e comer 12 uvas ao ritmo dos sinos, fazendo um desejo para cada uva. A queima do ‘Año Viejo’ (Ano Velho) é uma tradição antiga e divertida, criando um boneco representando os aspectos negativos do ano anterior e colocando-o fogo. Essas tradições tornam o Ano Novo na Colômbia uma celebração atraente para os turistas.

Origem do Ano Novo

A origem do Ano Novo na Colômbia remonta aos tempos romanos, quando os ciclos eram encerrados com festivais para os deuses Jano e Saturno. Com a influência da Igreja Católica, o calendário gregoriano foi adotado, estabelecendo 1º de janeiro como o primeiro dia do ano. Tradições espanholas, como comer 12 uvas e queimar um boneco ‘Año Viejo’, foram posteriormente incorporadas, resultando em uma celebração diversificada e alegre.

Janeiro: Epifania

A Epifania é oficialmente celebrada em 6º de janeiro, marcando o fim da temporada de Natal e a chegada dos Magos a Belém. No entanto, o feriado correspondente é transferido para a segunda-feira seguinte, de acordo com a Lei Emiliani.

Para muitas pessoas, a Epifania tem um significado religioso mais profundo. Missas especiais e serviços religiosos comemoram a visita dos Magos ao bebê Jesus, refletindo sobre seu significado espiritual.

Como você pode saber, a Epifania na Colômbia combina elementos religiosos e culturais. Geralmente coincide com o final da temporada de férias do ano para algumas empresas, e a maioria das escolas e universidades permanece em recesso, tornando-a uma temporada de viagens de pico.

Origem da Epifania

A origem da Epifania remonta ao Novo Testamento, onde é narrado que sábios do Oriente, guiados por uma estrela, chegaram a Belém para adorar o bebê Jesus, trazendo presentes. A tradição de estar com a família e trocar presentes nesta data originou-se no século XIX na Espanha, imitando o gesto dos Magos a Jesus, e posteriormente se espalhou para a América Latina com a chegada do Catolicismo.

No entanto, a troca de presentes na Epifania é incomum na Colômbia, pois a noite de Natal é a ocasião tradicional de troca de presentes quando Jesus nasce.

19º de março: Dia de São José

O Dia de São José é uma celebração religiosa em homenagem a José, marido de Maria e pai terreno de Jesus. Ele é considerado o santo padroeiro da Igreja Católica e um modelo de paternidade, justiça e humildade.

É um dia de folga em que muitas atividades religiosas ocorrem, como missas, procissões e novenas, buscando a proteção de São José para os lares. Além disso, essa data coincide com o Dia Internacional do Homem em 19º de março, reconhecendo as contribuições positivas dos homens para a sociedade.

É importante observar que o Dia de São José e o feriado correspondente nem sempre caem na mesma data. São José é celebrado em 19º de março, enquanto o feriado é observado na segunda-feira seguinte a 19º de março, uma data móvel que pode variar entre a terceira e a quarta semana de março.

Origem do Dia de São José

A celebração do Dia de São José se deve à influência da Igreja Católica, que trouxe costumes religiosos europeus durante a colonização espanhola. Diz-se que veneravam São José como a figura paterna da família.

Celebrado desde 1621, quando o Papa Sisto o introduziu no calendário romano.

Neste dia, também é celebrado o Dia Internacional do Homem, originário de Trinidad e Tobago em 1999, mas adotado na Colômbia em 19º de março para coincidir com o Dia de São José.

Março e Abril: Quinta-feira Santa e Sexta-feira Santa

A Quinta-feira Santa é uma celebração religiosa que comemora a última ceia de Jesus com seus discípulos. Neste feriado, os colombianos muitas vezes se envolvem em atividades como visitar igrejas, assistir a missas ou participar de procissões.

A Sexta-feira Santa na Colômbia marca a crucificação e morte de Jesus. É um feriado público em que as pessoas se abstêm de comer carne, e representações das Estações da Cruz, a Descida da Cruz e o Santo Sepulcro acontecem. Algumas das procissões mais famosas ocorrem em Popayán, Mompox em Bolívar e Pamplona em Santander.

Esses são dias significativos para os colombianos, a maioria dos quais são católicos, que comemoram esses dias como parte da Semana Santa. Além disso, muitas escolas e universidades dão folga durante toda a semana, enquanto a maioria das empresas geralmente tem folga na quinta-feira e na sexta-feira.

Este período é considerado a alta temporada turística, fazendo com que os preços subam e tornando desafiador fazer reservas.

A Quinta-feira Santa e a Sexta-feira Santa são celebradas anualmente, com datas exatas variando a cada ano com base no calendário lunar, geralmente entre o final de março e abril.

Origem da Quinta-feira Santa e Sexta-feira Santa

A origem da Quinta-feira Santa e da Sexta-feira Santa remonta à era colonial, quando os espanhóis trouxeram a religião católica. Eles comemoravam tanto a Última Ceia quanto a morte de Jesus do quarto ao quinto dia da Semana Santa. Começando pela Quinta-feira Santa, os últimos dias são conhecidos como o ‘Tríduo Pascal’ e são os mais importantes.

Desde então, os colombianos comemoram a paixão, morte e ressurreição de Jesus Cristo com várias atividades religiosas e culturais durante essas datas.

1º de maio: Dia do Trabalhador

O Dia do Trabalho é comemorado em 1º de maio todos os anos como uma data fixa oficial, com significado histórico para o movimento trabalhista global. É uma oportunidade para refletir sobre as conquistas e lutas da classe trabalhadora, exigindo melhores condições de trabalho, sociais e políticas.

É um feriado nacional celebrado com marchas que apoiam ou se opõem a reformas trabalhistas. Líderes sindicais também realizam manifestações a favor ou contra candidatos políticos.

Além disso, é uma expressão de solidariedade entre trabalhadores de diferentes setores, regiões e organizações do país.

Origem do Dia do Trabalho

O primeiro Dia do Trabalho na Colômbia ocorreu em 1914, iniciado pela União Obrera de Colombia, que organizou uma manifestação pacífica em Bogotá.

A celebração visava mostrar solidariedade com o movimento trabalhista global que começou em 1º de maio de 1886, em Chicago, EUA, com uma greve geral por uma jornada de trabalho de 8 horas.

Desde então, essa data se tornou uma ocasião para advogar por condições de trabalho, salários justos e justiça social para os trabalhadores colombianos.

Maio: Ascensão do Senhor

A Ascensão do Senhor comemora a ascensão de Jesus Cristo ao céu após sua ressurreição. É celebrado 40 dias após o Domingo de Páscoa, caindo em uma quinta-feira, mas na Colômbia, é transferido para a segunda-feira seguinte pela Lei Emiliani.

É um dia de reflexão para os católicos, que comemoram por meio de missas, visitas a igrejas e santuários icônicos como o Santuário de Las Lajas. Principalmente, é um feriado público que muitos usam para descansar e passar tempo com suas famílias.

Origem da Ascensão do Senhor

A origem da Ascensão do Senhor remonta à tradição católica de celebrar a ascensão de Jesus Cristo ao céu após sua ressurreição. Acredita-se que essa data seja 40 dias após o Domingo de Páscoa e foi estabelecida como uma festa católica pelo século IV d.C.

Junho: Sagrado Coração de Jesus

O Sagrado Coração de Jesus é uma celebração anual realizada na sexta-feira seguinte ao segundo domingo de junho, mas é transferida para a segunda-feira seguinte pela Lei Emiliani. Durante essa festividade, os fiéis assistem a missas e serviços religiosos dedicados ao Sagrado Coração de Jesus.

Há procissões, apresentando uma imagem do Sagrado Coração de Jesus, acompanhadas de hinos, orações, exposições e desfiles folclóricos em cidades por todo o país.

Além das atividades religiosas, muitas pessoas usam este dia para renovar seu compromisso de viver de acordo com os valores e ensinamentos de Jesus Cristo.

Origem do Sagrado Coração de Jesus

A origem do Dia do Sagrado Coração de Jesus vem das visões de Margarita María de Alcoque, uma freira francesa do século XVII que conseguiu espalhar suas visões para o mundo.

Na Colômbia, a celebração foi adotada pelo Arcebispo de Bogotá, Monseñor Bernardo Herrera Restrepo, que solicitou que o país fosse consagrado ao Sagrado Coração de Jesus em 1902, como um ato de reconciliação após a Guerra dos Mil Dias. Este conflito ocorreu na Colômbia entre 1899 e 1902, envolvendo duas facções políticas e resultando em uma significativa perda de vidas.

Junho: Corpus Christi

Corpus Christi é uma celebração religiosa em homenagem à presença de Jesus na Eucaristia, observada na quinta-feira seguinte à Solenidade da Santíssima Trindade, que ocorre no domingo seguinte ao Pentecostes.

Na Colômbia, é transferido para a segunda-feira seguinte para criar um feriado prolongado. Diversas cidades e vilarejos realizam solenes procissões pelas principais ruas, carregando o Santíssimo Sacramento em um altar acompanhado de música, cânticos e orações.

As ruas são decoradas com flores, plantas e frutas dispostas em figuras alusivas à festividade.

Origem do Corpus Christi

A origem do Corpus Christi remonta ao século XIII, quando uma freira belga chamada Juliana de Cornillon propôs celebrar uma festa em honra ao corpo e sangue de Cristo na Eucaristia.

O Papa Urbano IV estabeleceu esta festa para toda a Igreja Latina em 1264. Durante a colonização espanhola, essas tradições religiosas se espalharam, e o Corpus Christi tornou-se parte de várias regiões do país.

Julho: Festa de São Pedro e São Paulo

A Festa de São Pedro e São Paulo é uma celebração litúrgica na religião católica, comemorando a morte de dois apóstolos que foram mortos no mesmo dia. No entanto, este feriado é transferido para a segunda-feira seguinte de acordo com a Lei Emiliani, então geralmente é celebrado em julho.

Diferentes regiões do país realizam procissões, missas, concertos, desfiles e danças para honrar São Pedro e São Paulo.

Alguns dos eventos culturais mais proeminentes incluem o Festival Folclórico em Ibagué e o Concurso Nacional de Bambuco em Neiva. Esses eventos expressam a diversidade e tradição da Colômbia durante essas datas.

Origem da Festa de São Pedro e São Paulo

A Festa de São Pedro e São Paulo tem suas raízes na tradição católica de comemorar a vida e o martírio dos dois apóstolos mais importantes de Jesus Cristo: Pedro e Paulo.

29º de junho foi estabelecido como a data de sua celebração, pois acredita-se ser o dia em que ambos foram executados por ordem do Imperador Nero em 64 d.C.

20º de julho: Dia da Independência

O Dia da Independência comemora o fim do domínio espanhol e o nascimento da República da Colômbia. Celebrado anualmente em 20º de julho como uma data fixa oficial, tem grande significado histórico para o povo colombiano.

É uma oportunidade para recordar os ideais e valores dos heróis que lutaram pela liberdade, soberania e democracia.

O Dia da Independência é um feriado nacional, principalmente celebrado em Bogotá com desfiles militares, incluindo infantaria, marinha, força aérea e desfiles de veteranos, entre os mais significativos. Concertos e homenagens aos heróis nacionais por meio de cerimônias e decorações também acontecem.

Atualmente, é o dia cívico mais importante do país.

7º de agosto: Batalla de Boyacá (Batalha de Boyacá)

A Batalha de Boyacá é celebrada todos os anos em 7º de agosto como uma data fixa oficial e um dia cívico nacional. Esta data marca o início da consolidação da independência nacional e o reconhecimento da identidade colombiana.

Anualmente, é comemorado com um desfile militar e uma oferta floral na Ponte de Boyacá, onde um monumento homenageia os heróis da independência. Atos culturais e artísticos, como concertos musicais, peças de teatro e danças, bem como várias atividades educacionais em diferentes cidades, visam promover o orgulho nacional e um senso de pertencimento à nação.

Origem da Batalha de Boyacá

A Batalha de Boyacá teve origem quando o libertador Simón Bolívar derrotou as forças realistas espanholas em 7º de agosto de 1819. Esta batalha foi decisiva para a independência da atual Colômbia, bem como do Panamá, Equador e Venezuela.

Desde então, 7º de agosto tem sido comemorado como uma data patriótica, celebrando tanto o Dia do Exército Nacional quanto o Dia da Bandeira.

15º de agosto: Día de la Asunción (Assunção de Maria)

A Assunção de Maria é uma festa que comemora a crença de que Maria, mãe de Jesus, foi levada ao céu em corpo e alma. Na Colômbia, essa celebração é transferida para a segunda-feira seguinte ao dia 15º de agosto para criar um fim de semana prolongado.

Neste dia, os católicos assistem a missas e serviços especiais dedicados à Virgem Maria, ouvindo sermões sobre sua importância para sua fé. Algumas procissões e eventos culturais acontecem em diferentes cidades e vilarejos, onde uma imagem da Virgem é carregada, e homenagens são prestadas por meio de cânticos, flores e orações.

Além das tradições religiosas, muitas pessoas aproveitam este dia para descansar e passar tempo com suas famílias.

Origem da Assunção de Maria

A origem da Assunção de Maria remonta ao século IV, quando uma festa foi celebrada em honra de Maria e sua entrada no paraíso. Na Espanha, é celebrada desde o século VII, e com a chegada dos espanhóis à América, ela se espalhou para as colônias, incluindo a Nova Granada, território que compreende a atual Colômbia.

O Papa Pio XII definiu esse dogma em 1º de novembro de 1950 e, desde então, tem sido celebrado universalmente em 15º de agosto.

12º de outubro: Día de la Raza (Dia da Raça)

O Dia da Raça é comemorado todo 12º de outubro, mas é movido para a segunda-feira seguinte para criar um fim de semana prolongado, de acordo com a Lei Emiliani. Neste dia, homenageia-se as comunidades indígenas, afro-colombianas e mestiças que compõem o país, juntamente com suas expressões artísticas, folclóricas e gastronômicas.

Eventos culturais, como festivais de música, danças tradicionais, desfiles folclóricos, entre outros, acontecem em grandes cidades como Bogotá, Medellín, Cali, Cúcuta, etc., destacando a riqueza e diversidade da identidade colombiana.

É também um dia para refletir sobre o legado histórico da colonização espanhola e suas consequências para os povos indígenas. É um momento para celebrar a diversidade entre as diferentes etnias que formam parte da Colômbia. Atualmente, existem mais de 80 grupos indígenas colombianos nativos preservando a existência de 67 línguas ancestrais diferentes.

Origem do Dia da Raça

O dia 12 de outubro coincide com o aniversário da descoberta da América por Cristóvão Colombo em 1492.

No entanto, na Colômbia, esta celebração não faz referência à colonização espanhola. Em vez disso, o Dia da Raça foi adotado posteriormente como feriado nacional em 1971, iniciado pela União Ibero-Americana, uma organização que busca fortalecer os laços entre a Espanha e suas antigas colônias.

1º de novembro: Dia de Todos os Santos

O Dia de Todos os Santos é um festival religioso internacional que comemora todos os santos, conhecidos e desconhecidos, que alcançaram a glória celestial. É celebrado em 1º de novembro de cada ano.

Neste dia, os católicos participam de missas, ouvem sermões sobre a importância da fé e visitam os túmulos de seus entes queridos, levando flores, velas e fazendo orações.

Em algumas regiões do país, há tradições onde as crianças se vestem de anjos e pedem comida em seus bairros. Portanto, é um dia que expressa amor e respeito por aqueles que partiram do plano terreno, em contraste com o Halloween celebrado no dia anterior.

Origem da celebração do Dia de Todos os Santos

A origem do Dia de Todos os Santos remonta ao século IV, quando a Igreja Católica dedicou um dia para honrar os mártires que morreram por sua fé durante as perseguições do Império Romano.

O Papa Gregório IV posteriormente adotou o dia 1º de novembro como data universal para celebrar o Dia de Todos os Santos no ano de 835, como alternativa à celebração pagã em 31º de outubro.

11º de novembro: Dia da Independência de Cartagena

O Dia da Independência de Cartagena comemora a declaração autônoma da cidade da monarquia espanhola em 1811. É celebrado em 11º de novembro todos os anos.

Neste dia, Cartagena e o país celebram com eventos culturais e artísticos, destacando a importância histórica dessa data. Alguns eventos incluem o Festival de Música do Caribe, Desfiles da Independência e o Reinado da Independência, mostrando a diversidade e riqueza do país.

É uma data essencial que expressa orgulho e identidade tanto para os cartageneros quanto para todos os colombianos.

Origem da celebração do Dia da Independência de Cartagena

O Dia da Independência remonta a 11º de novembro de 1811, quando a cidade declarou-se livre e soberana da coroa espanhola após um movimento popular liderado pelos irmãos Gutiérrez de Piñeres, Pedro Romero e outros patriotas.

Esta foi a primeira cidade na Colômbia atual a proclamar sua independência absoluta e a segunda na América do Sul após Caracas. Desde então, o evento é comemorado todos os anos na mesma data.

8º de dezembro: Festa da Imaculada Conceição

A Festa da Imaculada Conceição, celebrada em 8º de dezembro, marca a concepção de Maria sem pecado original.

Os colombianos honram isso com a Noche de las Velitas (Noite das Pequenas Velas) em 7º de dezembro, acendendo velas, decorando com imagens da Virgem e desfrutando de pratos típicos de dezembro como buñuelos e natilla.

É um encontro de família e amigos, que se estende além da observância religiosa.

Origem da celebração da Festa da Imaculada Conceição

A Festa da Imaculada Conceição remonta a 1854, quando o Papa Pio proclamou o dogma da concepção da Virgem Maria sem pecado original. No mesmo ano, os fiéis católicos acenderam velas na Praça de São Pedro, na Cidade do Vaticano, antecipando o anúncio papal.

Desde então, todo 7º de dezembro é celebrado como a Noite das Pequenas Velas, na véspera de 8º de dezembro, dedicada à Imaculada Conceição. Essa tradição, enraizada na Igreja Católica, foi amplamente abraçada na Colômbia, tornando-a uma das festividades internacionais mais populares no país.

25º de dezembro: Natal

25º de dezembro é o Natal na Colômbia, um dia crucial em nossa tradição católica.

No entanto, 24º de dezembro, véspera de Natal, tem mais significado para os colombianos.

Neste dia, participamos da missa, rezamos a novena de aguinaldos e desfrutamos de um jantar festivo com troca de presentes. O Dia de Natal envolve encontros familiares, com churrascos e refeições com sobras do jantar da véspera de Natal.

Origem da celebração do Dia de Natal

O Natal, enraizado na crença cristã do nascimento de Jesus em Belém há mais de 2.000 anos, evoluiu para uma celebração globalmente reconhecida ao longo da história.

Quando os espanhóis chegaram à América, introduziram costumes como o presépio, a novena e os cânticos natalinos. Essas tradições se mesclaram com os costumes locais nos territórios conquistados, moldando diversas celebrações de Natal na Colômbia e em todo o continente.

Mais sobre a cultura da Colômbia

Search

About Author

Frank

Frank

Olá, eu sou Frank Spitzer, o fundador e o coração por trás da Pelecanus, uma operadora de turismo especializada em viagens na Colômbia. Meu percurso em viagens é amplo — já viajei para mais de 60 países, absorvendo culturas, experiências e histórias. Desde 2017, tenho usado essa riqueza global de experiência para criar experiências de viagem inesquecíveis na Colômbia.Sou reconhecido como uma das principais autoridades em turismo colombiano e tenho uma profunda paixão por compartilhar esse belo país com o mundo. Você pode ver um pouco das minhas aventuras de viagem e percepções sobre a Colômbia no meu canal do YouTube. Também sou ativo em plataformas de mídias sociais, como TikTok, Facebook, Instagram e Pinterest, onde compartilho a cultura vibrante e as paisagens deslumbrantes da Colômbia.Para fazer contatos profissionais, fique à vontade para se conectar comigo no LinkedIn. Junte-se a mim nesta incrível jornada e vamos explorar as maravilhas da Colômbia juntos!

youtube Facebook Instagram Pinterest Tiktok