Pelecanus

Descubra 4 Trilhas de Caminhada Imperdíveis em Amazonas, Colômbia

Hiking trails in amazonas

Atualizado em 25/01/2024

Caro leitor,
Meu nome é Frank e dirijo uma agência de viagens em Bogotá, Colômbia. Divirta-se enquanto lê!

Ficaremos encantados em organizar sua viagem personalizada de acordo com suas necessidades. Nossa agência de viagens está localizada em Bogotá, Colômbia.

O departamento de Amazonas é um tesouro natural sem igual que você pode explorar por meio de suas exuberantes trilhas. Então, apresentarei as 4 rotas de caminhada que você não deve perder.

Visão Geográfica em Amazonas, Colômbia

O departamento de Amazonas está situado na parte sudeste da Colômbia, com uma altitude média variando de 80 a 100 metros acima do nível do mar. Compreende dois municípios, Leticia e Puerto Nariño, juntamente com 9 distritos, 5 aldeias e 29 centros habitados. O departamento compartilha suas fronteiras com o Peru e o Brasil.

Essa região possui um extenso sistema hidrográfico, apresentando três rios principais: o Rio Putumayo, o Rio Caquetá e o Rio Amazonas, além de vários outros riachos, canais, rios secundários e artérias fluviais.

O departamento de Amazonas é predominantemente plano, coberto por uma floresta tropical extensa e densa. Embora contenha algumas colinas e cordilheiras, como as Colinas Pedrera e as Colinas Hombres Chiquitos, nenhuma dessas elevações ultrapassa 300 metros acima do nível do mar.

Essa área é renomada por sua rica vegetação e biodiversidade, frequentemente chamada de ‘pulmões do mundo’. Além disso, é lar de culturas ancestrais, e sua influência, legado e costumes são proeminentes em todo o território.

Rotas de Caminhada em Amazonas, Colômbia

Agora, fornecerei informações sobre as 4 principais rotas de caminhada em Amazonas, Colômbia. Haverá rotas altamente populares e outras menos conhecidas.

Esta é a chave que explicará o nível de dificuldade atribuído a cada rota.

Níveis de dificuldade

Moderado

O terreno é plano, asfaltado ou pavimentado e claramente marcado. Não é muito longo e não requer esforço físico excessivo. Adequado para toda a família.

Médio

O terreno é principalmente descoberto, há desníveis, umidade e lama. A rota requer esforço físico significativo e não é adequada para pessoas com mobilidade reduzida.

Difícil

O terreno é em grande parte descoberto, há subidas íngremes, condições climáticas incertas e altas exigências físicas. A rota geralmente é longa e não é adequada para idosos, pessoas com doenças cardíacas e respiratórias, crianças menores de 8 anos ou mulheres grávidas.

Trilhas de Caminhada em Leticia, Amazonas

Leticia, a capital de Amazonas, oferece aos entusiastas da natureza e aventura uma experiência extraordinária. Cercada por uma biodiversidade rica, esta cidade abriga flora e fauna únicas, incluindo tucanos, águias harpia, macacos capuchinhos, pumas, anacondas e golfinhos cor-de-rosa.

Localizada a aproximadamente 96 metros acima do nível do mar, Leticia tem um clima tropical quente e úmido. É um centro para o turismo e caminhadas, proporcionando a oportunidade de testemunhar a vida selvagem diversificada em seu habitat natural e interagir com os 13 grupos étnicos indígenas da região, como os Huitoto, Bora, Macuna, Yagua e Ocaina.

O que torna Leticia especial é sua capacidade de equilibrar os estilos de vida rural e urbano, oferecendo lojas, universidades, uma catedral, restaurantes, um hospital e hotéis ao lado de seu charme natural.

Maikuchiga

A reserva de primatas Maikuchiga, localizada a 70 km de Leticia em Mocagua, reabilita diversas espécies de primatas. Oferece uma oportunidade única para os visitantes observarem esses animais em seu habitat natural na floresta tropical amazônica.

No entanto, lembre-se de que este é um santuário, não um local para exibição de animais, então evite alimentá-los ou perturbá-los. A reserva abriga macacos titi, macacos capuchinhos, macacos-esquilo, macacos voadores e muito mais. Você também pode avistar uma variedade de pássaros.

A comunidade de Mocagua costumava consumir esses primatas, mas agora eles se concentram em preservar e proteger essas espécies por meio do ecoturismo.

Caminhada na Trilha Ome Mai

Nível de dificuldade: Moderado.
A trilha é plana e em parte pavimentada. Há várias paradas.
Distância a ser percorrida: 1 km de ida na ilha.
Duração: 40 minutos.
Clima: quente e úmido.

Para chegar a Maikuchiga, faça um passeio de barco de 45 minutos a partir de Leticia. O passeio de barco inclui aproximadamente 15 minutos no Rio Amacayacu antes de chegar ao Rio Amazonas e, finalmente, à comunidade de Mocagua na ilha.

A partir daí, siga a rota Ome Mai, que leva ao centro de reabilitação de primatas. A caminhada leva cerca de 40 minutos e envolve passar pela vila, atravessar um riacho e percorrer um caminho de floresta lamacento.

Espere condições lamacentas durante a jornada.

No centro, você pode observar os animais sendo treinados para viver independentemente na selva. Eles são alimentados em um pequeno prédio, e você pode observá-los lá.

Ao longo da rota, você receberá informações sobre a conservação e proteção do ecossistema amazônico.

Você pode retornar pela mesma trilha, e a vila oferece opções de acomodação e refeições.

Preço: A entrada na ilha e na área onde os macacos estão localizados tem um custo.

Importante

  • Esta reserva tem como objetivo proteger as espécies. Portanto, recomendo ser muito respeitoso e cuidadoso com o ambiente.
  • Se estiver indo em grupo, é melhor ter menos de 5 pessoas.
  • Traga botas à prova d’água e repelente de insetos.

Site: https://www.maikuchigafundacion.org/ome-mai-y-visita-al-centro

Caminhada na Reserva Natural Tanimboca

Nível de dificuldade: Médio.
A caminhada não é apressada, com várias paradas. No entanto, pode ficar bastante quente. Não é recomendado que mulheres grávidas de alto risco viajem de barco nesta área.
Distância a ser percorrida: 3 km por toda a reserva em áreas de floresta secundária.
Duração: 3 horas.
Clima: quente e úmido.

A Reserva Natural Tanimboca, localizada a cerca de 10 km de Leticia, oferece uma variedade de atividades de ecoturismo, incluindo passeios de dossel, escalada em rochas, observação de golfinhos, aves e macacos, visitas a casas indígenas, passeios de rio e afluentes, e caminhadas na floresta virgem.

Para uma experiência gratificante, comece com um passeio guiado pela reserva, levando você à maloca indígena e ao Rio Tacana. Guias locais compartilharão conhecimentos sobre espécies endêmicas, histórias folclóricas e proporcionarão oportunidades para avistar aves e macacos. Você pode capturar ótimas fotos e visitar assentamentos indígenas durante a viagem.

A trilha dentro da reserva pode estar sujeita a alterações devido às condições climáticas ou outros fatores, então a flexibilidade é fundamental. A reserva também oferece caminhadas guiadas de vários dias pela floresta virgem, variando de 1 a 8 dias, com um guia local. Essas caminhadas mais longas são uma aventura fisicamente desafiadora, mas inesquecível. A preparação adequada é essencial se optar por uma dessas caminhadas estendidas.

Importante

  • Não se esqueça de usar botas à prova d’água e manter-se hidratado.

Horário de funcionamento: Terça a sábado, das 9:00 às 17:00.
Preço: A entrada e os pacotes turísticos têm um custo.
Site: https://www.tanimboca.org/

Caminhada na Trilha Dea Chiga

Nível de dificuldade: Moderado.
O clima pode ser exaustivo, e não há lojas ao longo do caminho. No entanto, não é uma rota extensa.
Distância a ser percorrida: 2.4 km em um sentido na Trilha Dea Chiga.
Duração: 2 horas.
Clima: quente e úmido.

Esta trilha está localizada na reserva indígena San Sebastián de Los Lagos.

A Trilha Dea Chiga começa com uma subida de algumas escadas, e durante a jornada, você encontrará as seguintes estações ou pontos nesta ordem até chegar ao final:

  • Início da Trilha Dea Chiga
  • Estação Micos
  • Nascente das Águas, use botas à prova d’água aqui
  • Ponto de Águas Claras
  • Área de Plantas Medicinais
  • Ponto de Águas Cristalinas
  • Estação de Descanso Yahuarcaca
  • Zona de Observação de Aves
  • Estação Uhito
  • Ponto de Som do Vento
  • Córrego Yauarcaca
  • Estação Cururu
  • Fim da trilha

Em cada estação, você caminhará de 70 a 140 metros, e pode retornar pelo mesmo caminho. É uma trilha muito harmoniosa e tranquila, repleta de árvores como cedro, aguaje e mogno, entre outras espécies. Além disso, ao longo da trilha, você ouvirá pássaros celebrando o clima quente.

Importante

  • Leve botas à prova d’água e um guia para liderar esta excursão.
  • Vá em pequenos grupos; recomenda-se menos de 5 pessoas.

Trilhas de Caminhada em Puerto Nariño, Amazonas

Puerto Nariño é uma cidade ribeirinha no Rio Amazonas, a cerca de 87 km de Leticia. Para chegar lá, você precisará fazer um passeio de barco ao longo do rio, que leva aproximadamente 1,5 horas e requer o pagamento de uma taxa turística na chegada.

Este destino ecológico é perfeito para amantes da natureza e oferece exploração da selva, observação de pássaros, natação com golfinhos cor-de-rosa e a chance de vivenciar as culturas indígenas locais.

Caminhada no Parque Nacional Natural Amacayacu

O Parque Nacional Natural Amacayacu, localizado entre Puerto Nariño e Leticia, abrange 293.500 hectares e representa 40% do Trapezio Amazônico. É uma floresta tropical quente com florestas inundáveis e abriga a maior diversidade de primatas globalmente, junto com mais de 5.000 espécies de plantas, 500 espécies de aves e 150 espécies de mamíferos.

Além disso, abriga vários répteis e uma vida selvagem única, incluindo saguis, peixes-boi, golfinhos cor-de-rosa, jacarés, borboletas azuis prateadas e a maior flor de lótus do mundo.

Esta área compartilha territórios com o grupo étnico Tikuna, e você pode desfrutar de atividades de ecoturismo, como observação de espécies, canoagem, caminhadas noturnas e visita à comunidade indígena de San Martín de Amacayacu, acessível por barco ou caminhada.

Caminhada em San Martín de Amacayacu

Nível de dificuldade: Médio.
Existem trechos pavimentados na trilha, mas a maior parte é terrestre. Embora a vegetação forneça sombra, pode ficar bastante quente nessa área, e os mosquitos são abundantes.
Não recomendado para mulheres grávidas de alto risco.
Distância a ser percorrida: 6 km em um sentido até a comunidade de San Martín de Amacayacu.
Duração: 4 horas.
Clima: quente e úmido.

San Martín de Amacayacu é uma área designada dentro do Parque Nacional Natural Amacayacu para ecoturismo. Oferece acomodações, comida, observação de fauna e flora, e, é claro, passeios pela selva. Enquanto estiver lá, você pode experimentar pratos típicos, desfrutar de apresentações artísticas e aprender sobre artes indígenas, como cestaria e cerâmica.

Há várias maneiras de chegar lá, sendo a principal de barco, que você pode pegar em Leticia e solicitar para ser deixado na boca do Amacayacu. Você também pode caminhar a partir da entrada do parque em Puerto Nariño, aproveitando a bela trilha.

O caminho é claramente marcado, pois é utilizado há 40 anos, primeiro pelos moradores que iam para a escola em Puerto Nariño e agora também pelos turistas. No entanto, recomendo ir com um guia.

Durante a trilha, você passará por vários pontos-chave:

  • Após caminhar 100 metros, você começará a rota na estação de tratamento de água de Puerto Nariño.
  • A cerca de 206 metros, você encontrará uma maloca com atividades recreativas.
  • Após 3 interseções e 490 metros, você chegará à ponte, que está em más condições, então é melhor passar por terra.
  • A partir daí, você percorrerá um trecho longo e encontrará outra ponte deteriorada, que costuma ficar inundada.
  • Aqui, você inicia o trecho final no Rio Amacayacu, que tem cerca de 68 metros de barco, depois uma curta caminhada, e você terá chegado.

Esta rota excepcional é coberta por um dossel denso de árvores, e o ar é o mais puro que você respirará.

Importante

  • Se for a sua primeira vez lá, é crucial ir com um guia que também seja intérprete, pois alguns guias podem não falar os idiomas indígenas locais. Eu também sugiro caminhar no seu próprio ritmo, se manter hidratado e usar botas à prova d’água, pois há muita lama na trilha.
  • Use roupas de mangas compridas, um chapéu ou boné e repelente de insetos.
  • A capacidade máxima para a trilha é de 5 a 6 pessoas por caminhada.

Preço: Há uma taxa de entrada para o parque e para Puerto Nariño.
Site: https://www.parquesnacionales.gov.co/nuestros-parques/pnn-amacayacu/#ecoturismo

Clima em Amazonas, Colômbia

O clima neste departamento colombiano não é muito diversificado devido às suas poucas características geográficas. No entanto, é caracterizado por chuvas constantes e alta umidade, criando uma condição climática específica com base na altitude em relação ao nível do mar.

No departamento, predomina um clima quente e úmido de 23,5°C a 27,6°C, caracterizado por altas temperaturas e chuvas frequentes. A temperatura média no departamento é de 25°C. No entanto, as temperaturas aumentam nos meses de janeiro a março e de julho a setembro.

Umidade: A umidade relativa é alta, tornando a atmosfera e o ar pesados. A umidade média anual ultrapassa 85%.

Qual é a Melhor Época para Fazer Trilhas na Amazônia, Colômbia?

Conhecer as estações, ou seja, os padrões climáticos, pode ajudar a planejar melhor sua viagem à Amazônia. Por quê? Porque, dependendo das estações, você pode desfrutar de várias atividades turísticas.

Por exemplo, quando as águas recuam, você pode observar a chegada das tartarugas. Mas quando as águas estão altas, é possível navegar por áreas alagadas da selva.

  • De dezembro a março e de setembro a novembro: as águas estão subindo devido a chuvas significativas e altas temperaturas, tornando muitas áreas inacessíveis.
  • De abril a maio: o rio está em seu nível mais alto, e é a “estação chuvosa”. Normalmente, o mês com as chuvas mais intensas é março, embora às vezes possa se estender de abril a maio. A precipitação pode ultrapassar 4.000 milímetros (0,2441 polegadas) por ano.
  • De junho a agosto: começa a temporada de águas baixas. Este é o melhor momento para fazer trilhas, incluindo às vezes em outubro. Embora seja bastante quente durante esses meses, o nível da água diminui, permitindo o acesso a várias rotas à medida que a lama seca.

Recomendações para Caminhadas na Amazônia

Para ter uma experiência melhor, recomendo seguir as regras de cada lugar. Geralmente, essas são estipuladas por entidades governamentais com o objetivo de preservar um ecossistema específico. As seguintes são as mais comuns:

  • Não jogue lixo.
  • Não retire animais de seus habitats.
  • Não corte ou arranque plantas.
  • Não fume.
  • Não leve animais de estimação.
  • Não jogue nada em fontes de água.
  • Não atalhe ou caminhe em áreas restritas.
  • Não consuma bebidas alcoólicas ou substâncias psicoativas.
  • Não faça excursões em condições climáticas perigosas.
  • Não toque música com alto-falantes.

Além disso, para evitar contratempos, estas dicas serão úteis:

  • Planeje sua rota com antecedência.
  • Tenha cautela com reservas online, pois pode haver golpes.
  • Procure informações em sites oficiais do governo; muitas vezes, essas informações podem ser encontradas em inglês.
  • Contrate um guia confiável com um cartão de guia de turismo nacional.
  • Se tiver problemas de saúde, é essencial informar seus companheiros.
  • Estrangeiros devem realizar essas jornadas em grupos.
  • Inicie sua caminhada cedo pela manhã para evitar o sol e temperaturas extremas.

Dicas Específicas para Visitar a Amazônia

A Amazônia não é um lugar comum, e você provavelmente encontrará chuvas intensas ou animais perigosos todos os dias. Portanto, você deve ter essas sugestões mais específicas em mente:

  • Proteja seus dispositivos eletrônicos colocando-os em bolsas ou protetores à prova d’água.
  • Contrate um guia que também seja intérprete, já que mais de 300 idiomas são falados nesta área.
  • Troque suas meias com frequência.
  • Use repelente de insetos em creme, não em aerossol, e evite o uso de inseticidas no ambiente.
  • Vacine-se contra a febre amarela 10 dias antes da viagem.
  • Obtenha cartões SIM Claro e Tigo ou ative serviços de roaming; são a única maneira de obter sinal nesta área.
  • Não consuma espécies ameaçadas ou restritas.
  • Leve consigo um recipiente com água potável o tempo todo e não beba água da torneira.
  • Não entre na selva ou em áreas de rios com riscos potenciais sem um guia local.
  • Se você acha que foi picado por um animal venenoso, peça aos locais ou ao seu guia os primeiros socorros imediatos.

O que Levar para Fazer Trilhas na Amazônia

Fazer trilhas requer algumas preparações e equipamentos. Aqui estão algumas sugestões do que você deve levar:

  • Uma mochila
  • Um bastão de caminhada
  • Botas à prova d’água
  • Roupas e calçados confortáveis e adequados ao clima que cubram sua pele
  • Documentos de identificação
  • Roupa de banho
  • Alimentos não perecíveis e água
  • Kit de primeiros socorros
  • Protetor solar e um boné
  • Medicamentos pessoais
  • Muda de roupas e sapatos
  • Dinheiro local

Sinta-se à vontade para entrar em contato conosco, e teremos o maior prazer em ajudá-lo em sua nova aventura. Até a próxima, viajante!

Search

About Author

Frank

Frank

Olá, eu sou Frank Spitzer, o fundador e o coração por trás da Pelecanus, uma operadora de turismo especializada em viagens na Colômbia. Meu percurso em viagens é amplo — já viajei para mais de 60 países, absorvendo culturas, experiências e histórias. Desde 2017, tenho usado essa riqueza global de experiência para criar experiências de viagem inesquecíveis na Colômbia.Sou reconhecido como uma das principais autoridades em turismo colombiano e tenho uma profunda paixão por compartilhar esse belo país com o mundo. Você pode ver um pouco das minhas aventuras de viagem e percepções sobre a Colômbia no meu canal do YouTube. Também sou ativo em plataformas de mídias sociais, como TikTok, Facebook, Instagram e Pinterest, onde compartilho a cultura vibrante e as paisagens deslumbrantes da Colômbia.Para fazer contatos profissionais, fique à vontade para se conectar comigo no LinkedIn. Junte-se a mim nesta incrível jornada e vamos explorar as maravilhas da Colômbia juntos!

youtube Facebook Instagram Pinterest Tiktok