Pelecanus

Logo Pelecanus

21 Incríveis Cachoeiras que Você Deve Visitar na Colômbia

Mocoa Waterfall

Atualizado em 03/05/2024

Caro leitor,
Também gostaria de recomendar nosso guia de viagem para a Colômbia, que oferece uma visão geral perfeita das atrações turísticas do país. Aproveite a leitura.

Na Colômbia existem muitas cachoeiras onde você pode interagir com a natureza, tomar um banho relaxante em suas piscinas naturais ou, claro, praticar esportes radicais como rapel ou canyoning.

Neste blog você conhecerá algumas das cachoeiras mais impressionantes de toda a Colômbia.

Cachoeiras em Cundinamarca

Salto del Tequendama

Localização: Soacha, Cundinamarca
Altura: 157 m
Queda mais alta da cachoeira: 139 m

Hotel Tequendama in the front and the waterfall in the back
Felipe Restrepo Acosta, CC BY-SA 3.0 <https://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0>, via Wikimedia Commons

A cerca de 38 km de Bogotá está o que já foi um dos maiores símbolos de Cundinamarca: a cachoeira Salto del Tequendama.

Esta cachoeira é a foz do rio Bogotá, um corpo d’água que infelizmente é altamente poluído, por isso não é possível nadar lá. Nas proximidades da cachoeira você pode ver uma paisagem nebulosa.

Por que visitar El Salto del Tequendama?

El Salto del Tequendama, além de ser uma maravilha natural, sempre foi cercado por mitos e histórias. Para começar, os Muiscas, que eram uma cultura indígena que habitava o território colombiano desde os tempos pré-hispânicos (antes da chegada dos espanhóis na América), tinham um mito que explicava a formação deste lugar.

Os Muiscas disseram que Bochica, uma diálise desta cultura, um dia se aproximou das colinas com uma varinha dourada e tocou as rochas. Isso fez com que as pedras se dividissem e a água aparecesse, dando origem ao Salto del Tequendama.

Em 1923, começaram a construir um hotel que seria um dos lugares mais icônicos do departamento, que seria conhecido como Hotel del Salto del Tequendama. Esta acomodação fechou em meados do século XX, mas rumores começaram a surgir.

Dizem que o hotel teve um tipo de feitiço que fez com que pessoas com corações partidos cometessem suicídio. É por isso que este antigo hotel e a cachoeira logo foram considerados um dos lugares mais assombrados da América Latina. Se você quiser saber um pouco mais sobre esta história, pode ler meu blog sobre os lugares mais aterrorizantes que pode encontrar na Colômbia.

Atualmente, o antigo hotel se tornou um museu, onde vão contar a história do lugar, mostrar fotos antigas da cachoeira e contar fatos históricos do local.

Recomendações e curiosidades

  • Devido à poluição do rio Bogotá, no Salto del Tequendama geralmente há um cheiro bastante desagradável que você terá que suportar enquanto estiver lá.
  • Nas proximidades da Casa Museo, ou mais especificamente na frente, há várias pessoas que há décadas vêm preparando comida colombiana. Então você também pode almoçar lá.
  • O museu fica aberto nos finais de semana e feriados, das 9h às 16h.
  • Para entrar no museu será solicitada uma doação de 10.000 pesos
  • Se você gosta de fotografia, entrar na Casa Museo é uma obrigação. Lá você pode tirar muitas fotos incríveis da cachoeira. Quando eu estive lá, eles permitiram que uma pessoa usasse um drone para ter vistas panorâmicas de todo o espetáculo natural.

Como chegar a El Salto del Tequendama?

Você pode chegar lá a partir de Bogotá, o Tequendama está localizado a cerca de 38,8 km da capital. De carro leva cerca de 1 hora e 30 minutos (dependendo do trânsito).

Se você quiser chegar lá usando transporte público, pode ir para a estação Transmilenio chamada San Mateo em Soacha e na frente você pode pegar um ônibus que diz Charquito-Salto del Tequendama.

Cachoeira Las Delicias

Localização: Bogotá
Altura: 41 m
Horário: Segunda a sexta das 6h às 23h e finais de semana das 6h às 14h

Muitas pessoas vêem Bogotá como uma cidade 100% urbana, onde não há espaços para se conectar com a natureza. Isto é falso, graças ao fato de que a capital é cercada pelas colinas orientais há muitas trilhas ecológicas que podem ser visitadas.

Uma das passagens ecológicas mais recomendadas é a da Quebrada las Delicias. Possui uma extensão de aproximadamente 3 km e leva cerca de 2 horas para percorrê-la e também está localizada a bela cachoeira Las Delicias.

Por que visitar a Cachoeira Las Delicias?

Visitar esta trilha é uma ótima experiência, pois permite que você se conecte com a natureza e a água. Durante o passeio você pode ver 4 poços de água cristalina chamados “La Virgen, La Nutria, el ahogado e Pozo redondo”; vários mirantes de onde você pode tirar fotos panorâmicas da capital e, claro, uma linda cachoeira que ultrapassa os 40 m.

Durante o passeio você chegará à parte inferior da cachoeira, onde os visitantes podem ser banhados pela água caindo. Toda esta trilha é ideal para quem quer se conectar com a natureza.

Recomendações

  • Para fazer uma caminhada por esta trilha ecológica você deve fazer uma reserva, com antecedência, no site do Aqueduto.  
  • Atualmente (2021) não estão sendo permitidas as visitas, devido ao COVID-19, no momento da sua visita deve verificar o site do aqueduto.
  • Você pode fazer a caminhada até às 13h30 (dias úteis), mas você deve chegar antes das 11, para completar o passeio, ou você não poderá entrar. Isto porque durante esse tempo há uma presença policial que garante a segurança.

Como chegar à Cachoeira Las Delicias?

A entrada para a Quebrada las Delicias está localizada no setor Chapinero de Bogotá, mais especificamente em frente ao Campus Gran Colombiano, que faz parte da Universidade Politécnico Grancolombiano.

Você pode chegar a esta universidade usando transporte público, os SITP (ônibus) que passam perto deste claustro educacional são 14, 166, 18-3, 385, ZP-126 e ZP-C21.

La Chorrera

Localização: Choachí, Cundinamarca
Altura: 590 m
Horário (do Parque Aventura la Chorrera): Segunda a sexta das 8h30 às 17h30

La Chorrera Bogotá

A apenas 45 minutos de Bogotá, no município de Choachí, está localizado o Parque Aventura la Chorrera, que possui duas cachoeiras, uma delas considerada a mais longa da Colômbia.

La Chorrera é a cachoeira mais longa da Colômbia, a sexta da América Latina e a número 60 do mundo. Este imponente corpo d’água tem 6 quedas e também sua água é potável.

Por que visitar a Cachoeira La Chorrera?

Além de poder apreciar a maior cachoeira da Colômbia, para chegar lá, você terá que fazer um passeio com uma exigência relativamente alta de 6 estações, onde você pode se cercar da natureza e encontrar diferentes pontos de interesse. Além disso, você percorrerá a estrada real que anteriormente ligava a capital com Choachí.

A rota para La Chorrera é de aproximadamente 3,15 km e em algumas de suas estações você encontrará:

  • Cachoeira el Chiflón: É a outra cachoeira do parque, tem uma altura de 55 m. Vamos falar sobre esse corpo d’água um pouco mais tarde.
  • Caverna dos Macacos: Caracterizado por estar cheio de estalactites, a partir desta gruta é possível apreciar uma vista magnífica de todo o parque.
  • Poços de água cristalina: onde você pode beber água.

Ao fazer essa caminhada você vai apreciar tudo o que o ecossistema da floresta de neblina oferece, onde você pode encontrar natureza variada e incrível como, por exemplo, as Palmeiras bobas (Cyathea caracasana), que podem medir mais de 12 m.

Na última estação, no final da caminhada você pode ver cara a cara com a Chorrera, ou mais especificamente os últimos 100 metros de queda.

Recomendações

  • Atualmente para entrar no parque você deve fazer uma reserva, pode fazer isso no site.  
  • A 500 metros da cachoeira El Chiflón há uma área de camping. Para quem decide ficar, no parque eles oferecem banheiro, com chuveiro e área para fogueiras e churrascos. Claro, você deve levar a tenda, porque este tipo de acomodação não é vendida no parque.

Como chegar a La Chorrera?

Se você partir de Bogotá, pode chegar a Choachí de ônibus ou de carro. Levará cerca de 45 minutos aproximadamente.

Uma vez que você está em Choachí, deve pegar a estrada para Choachí Cundinamarca e no quilômetro 27, fazer um desvio à esquerda. Daqui o parque fica a cerca de 4 km de distância.

O Chiflón

Localização: Choachí, Cundinamarca
Altura: 55 m
Horário (do Parque Aventuras La Chorrera): segunda a sexta das 8h30 às 17h30

A outra cachoeira que está localizada no Parque Aventura la Chorrera é o Chiflón. Para chegar a essa cachoeira você não terá que fazer uma longa caminhada, pois está localizada na primeira estação, bem perto da entrada do parque.

Por que visitar o Chiflón?

Embora seja verdade que é muito menor que a Chorrera, a verdade é que este corpo d’água também tem seu atrativo e são os esportes radicais. Graças ao fato de que mede apenas 55 m, nesta cachoeira você pode praticar rapel e canyoning.

Para praticar estes esportes você deve pagar $30.000 (2021). Com isto você também receberá a assessoria de um guia especializado nessas atividades. Você será solicitado a comprar seguro com “Colasistencia”, este é um requisito obrigatório.

Recomendações

  • Para praticar rapel e canyoning, você deve fazer uma reserva com pelo menos 3 dias de antecedência. Isto só se aplica de segunda a sexta-feira, durante o fim de semana não é necessária nenhuma reserva. 
  • As reservas podem ser feitas no site.
  • Para praticar qualquer uma dessas atividades deve haver pelo menos 10 pessoas.

Como chegar a El Chiflón?

Se você partir de Bogotá, pode chegar a Choachí de ônibus ou de carro. Levará cerca de 45 minutos aproximadamente.

Uma vez que você está em Choachí, deve pegar a estrada para Choachí Cundinamarca e no quilômetro 27, fazer um desvio à esquerda. Daqui o parque fica a cerca de 4 km de distância.

Salto de Versalles

Localização: Guaduas, Cundinamarca
Altura: 40 m

Guaduas é a única vila patrimonial do departamento de Cundinamarca e é conhecida principalmente por ter sido o berço de uma das heroínas e próceres da independência colombiana: Policarpa Salavarrieta,“la Pola”.

A verdade é que Guaduas é muito mais do que La Pola. Esta vila se destaca por uma infinidade de lugares culturais e naturais, onde se destacam a Pedra Capira (um dos mirantes mais bonitos de toda a Colômbia) e, claro, o incrível Salto de Versalles.

Por que visitar o Salto de Versalles?

Além de ser um lugar com grande beleza, o Salto de Versalles é uma cachoeira que surge da união dos rios San Francisco, El Guadual e Limonar. Além disso, tem sua importância cultural, pois há um curioso mito sobre sua formação.

O mito do Salto de Versalles conta que no passado existiu um casal indígena. Estes jovens pertenciam a tribos diferentes que eram inimigos, então era um amor impossível.

O casal costumava se encontrar em uma lagoa. Um dia, quando eles iam se encontrar, as famílias os descobriram. Naquele momento, as águas enfureciam e transbordaram, matando os jovens e as famílias e, assim, o Salto de Versalles foi formado.

Atualmente, esta cachoeira pode ser visitada, é cercada pela natureza e você também pode tomar um banho em suas águas.

Recomendações

  • É possível chegar à cachoeira de carro, porém, as estradas não estão na melhor condição, então você deve dirigir com cautela.

Como chegar ao Salto de Versalles?

A primeira coisa que você deve fazer é viajar para Guaduas. Chegar lá desde Bogotá é relativamente fácil. Localizado a aproximadamente 123 quilômetros de distância, o trajeto levará cerca de 3 horas (dependendo do tráfego).

Desde Guaduas se você for de carro levará cerca de 30 minutos para chegar à cachoeira. Outra opção que tem é pedir um táxi para levá-lo, mas essa opção pode não ser a melhor, já que o motorista pode não esperar por você por muito tempo.

Cachoeiras de Antioquia

Cueva del Esplendor

Localização: Jardín, Antioquia
Altura: 50 m

A cerca de 3 horas de Medellín, está localizada outra das 17 vilas patrimoniais da Colômbia: Jardín. Esta cidade é caracterizada por ter uma arquitetura colonial e estar cercada por locais cheios de natureza.

Sem dúvida a maior atração de Jardín, e uma das mais interessantes da Colômbia, é a Cueva del Esplendor, onde está localizada uma das cachoeiras mais curiosas do país.

Por que visitar a Cueva de Esplendor?

A particularidade desta caverna é que em sua parte superior ela tem uma abertura através da qual a água cai. Quando está ensolarado, cria um efeito onde a água parece muito brilhante.

Além de sua importância ecoturística, a Cueva del Esplendor atrai pessoas que amam os esportes radicais. Através da parede onde a água cai (que mede 50 m) é possível praticar o rapel. 

Como chegar à Cueva del Esplendor?

A primeira coisa que você deve fazer é chegar a Jardín. É melhor viajar para Medellín. De lá com uma aproximação de 131 km de distância, sua viagem até este local terá uma aproximação de 3 horas (dependendo do trânsito).

A Cueva del Esplendor está localizada em uma área conhecida como Alto de Las Flores, nas montanhas de Jardín. Você não pode chegar à caverna de carro, mas no terminal de Jardín você pode contratar alguém para que o leve de jipe e depois terá que andar entre cerca de 40 minutos e 1 hora.

Em Jardín, na praça principal, é possível contratar um tour que o levará à Cueva de Esplendor e você terá também um guia. Para 2021, esta experiência tem um valor de $60.000. 

Para os amantes das caminhadas e exercícios, também é possível chegar à Caverna do Esplendor caminhando, mas levará entre 4 a 6 horas. Muitas pessoas preferem esse plano, porque enquanto caminham é possível apreciar muita natureza e aves.

Cachoeira La Escalera

Localização: Jardín, Antioquia
Altura: 20 m e 28 m

Outra das atrações naturais da vila patrimonial Jardín é a Cachoeira La Escalera. Ao contrário da Cueva del Esplendor, este corpo d’água está localizado relativamente perto da vila. De carro você pode chegar entre 15 e 18 minutos e caminhar levará pouco mais de 1 hora.

Por que visitar a Cachoeira La Escalera?

La Escalera é composta por 2 cachoeiras, uma de 20 m e outra de 28 m e a maior atração é que nelas você pode praticar rapel.

Se você quiser visitar estas cachoeiras, pode fazê-lo totalmente gratuito: no entanto, se quiser praticar rapel, em 2021 os preços que você deve pagar são:

  • 1 pessoa: $180,000
  • 2 pessoas: $220.000
  • 3 pessoas: $300,000
  • Quando há mais de 3 pessoas, é cobrado $100.000 por pessoa

Pagando o acima, também inclui a assessoria de especialistas nesse tipo de atividades.

Recomendações

  • Se durante o dia você pagou para praticar rapel chove muito, a atividade provavelmente será cancelada.
  • Recomenda-se que você use roupas confortáveis e muita hidratação.

Como chegar à Cachoeira La Escalera?

A primeira coisa que você deve fazer é chegar a Jardín. É melhor viajar para Medellín. De lá com uma aproximação de 131 km de distância, sua viagem até este local terá uma aproximação de 3 horas (dependendo do trânsito). Da vila patrimonial só levará 15 minutos de carro até a cachoeira.

Salto del Buey

Localização: La Ceja
Altura: 90 m
Horário (do Ecoparque Los Saltos): todos os dias das 9h às 18h

Localizado entre os municípios de La Ceja e Abejorral, no departamento de Antioquia, está localizado o Ecoparque Los Saltos. Este tem muitas nascentes, fontes de água e, claro, uma das cachoeiras mais icônicas e impressionantes da Colômbia: o Salto del Buey.

Por que visitar a Cachoeira o Salto del Buey?

O Salto del Buey é cercado por vegetação. Chegar lá implica caminhar por um caminho cheio de natureza, mas fazer esta caminhada tem uma dificuldade intermediária. No final da caminhada você chegará a um ponto onde pode apreciar a queda final da cachoeira.

O trajeto que você deve percorrer é de aproximadamente 2 km. Atualmente, em 2021, para chegar a esta cachoeira você deve pagar $15.000. Outra coisa que pode ser interessante é que no parque existe uma área de camping, portanto é possível se hospedar lá e desfrutar de todas as atrações do local.

Recomendações

  • Atualmente a reserva é obrigatória, então você deve ligar para o número no site deles com antecedência.  

Como chegar ao Ecoparque Los Saltos?

Para chegar ao Ecoparque Los Saltos, a primeira coisa que você deve fazer é chegar ao município de La Ceja, que está localizado a aproximadamente 1 hora da cidade de Medellín.

Uma vez que você está em La Ceja, deve chegar à vereda Piedras, em seguida, seguir cerca de 10 km até ver o anúncio do parque.

O parque oferece serviço de transporte em um veículo 4×4, para um grupo de entre 1 a 6 pessoas. Para acessar este serviço você deve escrever, a tempo, para coordenar o encontro. Todos os detalhes estão no site.

Cachoeiras de Santander

Cachoeira Juan Curí

Localização: Parque Ecológico Cascadas de Juan Curí
Altura: 200 m
Horário do parque: segunda a sexta das 7h30 às 16h

Se você está de férias em San Gil, um dos lugares que deve visitar é o Parque Ecológico Cascadas de Juan Curí, que fica a menos de 1 hora da vila.

Para chegar lá você deve fazer uma caminhada ao longo de uma trilha ecológica de aproximadamente 1 km, levará cerca de 3 horas (entre ida e volta). Você pode pagar por um guia para que o acompanhe.

Por que visitar a Cachoeira Juan Curí?

A principal atração deste parque é a cachoeira Juan Curí, onde é possível praticar diversas atividades como esportes radicais.

Na cachoeira Juan Curí é possível praticar canoying. Há 2 descidas autorizadas uma de 80 m e outra de 130 m. Quando você pagar para fazer esta atividade receberá as roupas necessárias e você será acompanhado por um guia especializado.

Recomendações

  • Se durante o dia em que você vai praticar canoying há muita chuva, pode não ser autorizado a praticar esta atividade.
  • Para realizar canoying, você não será solicitado para experiência prévia. A única coisa é que você deve ter mais de 12 anos.

Como chegar ao Parque Ecológico Cascadas de Juan Curí?

Você tem várias opções para chegar ao Parque. Se você estiver em San Gil (que fica a cerca de 2 horas e 30 minutos de Bucaramanga) pode pegar um ônibus que vai para Charalá. Depois de cerca de 40 minutos, este meio de transporte vai deixá-lo na entrada do parque.

Se você for de carro, desde San Gil há apenas 23 km de distância ou você pode chegar ao município de Páramo, que fica a apenas 15 minutos deste parque.

Cachoeira El Manto de la Virgen

Localização: Vereda Chinatá, Gámbita
Altura: 450 m

Muito próximo de Gambita, um município de Santander é a Cachoeira el Manto de la Virgen, que se destaca pelo seu tamanho imponente e por estar cercado pela natureza. Para chegar ao topo da cachoeira é necessário percorrer um trajeto, subindo, de aproximadamente 3 km.

Por que visitar a Cachoeira El Manto de la Virgen?

Durante a caminhada você pode desfrutar de toda a natureza que cerca o lugar. Quando você chegar à cachoeira, vai se surpreender, porque a água dessa cachoeira é conhecida por ser cristalina. Como fato curioso a água do local vem do riacho La Negra.

Outro ponto positivo é que além de poder desfrutar deste corpo d’água, a apenas 1 km de distância está localizado o Cânion da Hondura, outra atração do ecoturismo que se destaca por suas belas vistas.

Como chegar à Cachoeira El Manto de la Virgen?

Desde Bucaramanga para chegar a Gámbita, a primeira coisa que você deve fazer é pegar a estrada para San Gil, depois continuar até chegar a Vado Real, lá está a entrada da via que leva a Gámbita.

De Bogotá para chegar a Gámbita, você pode pegar a estrada para Tunja até chegar a Vado Real. De lá, você toma a estrada que leva ao município. Levará aproximadamente 4 horas.

Cachoeiras de Tolima

Cachoeiras de Payandé

Localização: Payandé, San Luis

No município de Payandé, que está localizado a menos de 1 hora da cidade de Ibagué (capital do departamento de Tolima), é um dos pontos de natureza mais interessantes da Colômbia, as chamadas Cachoeiras de Payandé.

Por que visitar as Cachoeiras de Payandé?

As Cachoeiras de Payandé são uma oportunidade de ver uma bela paisagem e desfrutar das 7 lindas cachoeiras que estão no local, onde você pode praticar esportes radicais. Em sua área mais baixa é possível nadar.

Para chegar às cachoeiras você deve dar uma caminhada que dura aproximadamente 45 minutos. Ao longo desta trilha há barracas onde você pode comprar comida e bebida. Além da caminhada, nestas cachoeiras você pode praticar rapel.

Recomendações

  • A caminhada até as cachoeiras está sinalizada, não tente pegar atalhos pois você pode se perder.
  • Para entrar na área das cachoeiras você deve pagar $ 7.000

Como chegar às Cachoeiras de Payandé?

A melhor maneira de chegar a estas cachoeiras é primeiro viajar para Ibagué, capital de Tolima. Desde Bogotá levará cerca de 4 horas de carro. Uma vez que você estiver em Ibagué, levará menos de uma hora para chegar a estas cachoeiras pela via Ibagué-Armênia.

Cachoeiras de Huila

Salto de Bordones

Localização: Saladoblanco, Huila, Parque Nacional Natural Puracé
Altura: 400 m

Entre os departamentos de Cauca e Huila está localizado o Parque Nacional Natural Puracé, que possui cerca de 83.000 hectares e uma infinidade de espaços naturais.

Puracé também é conhecido como “o berço das águas”, pois neste parque nascem os principais rios da Colômbia, o Magdalena, o Cauca e o Caquetá. Além disso, toda esta área é uma cadeia vulcânica, por isso é possível encontrar várias fontes de enxofre.

Além de todas as atrações que mencionei, neste parque você encontrará uma das maiores e mais incríveis cachoeiras de toda a Colômbia: o Salto de Bordones.

Por que visitar o Salto de Bordones?

Visitar esta cachoeira significa conectar-se com a natureza, pois é cercada por uma extensa vegetação.

Outro ponto positivo é que se você quiser ver essa majestosa cachoeira de perto, pode fazê-lo através de uma trilha ecológica que vai levá-lo a um ponto muito próximo da queda final da cachoeira.

Perto da queda de água há um mirante do qual você pode apreciar a imponente cachoeira. Se você gosta da fotografia, você pode ter um panorama impressionante.

Recomendações

Atualmente (2021) o parque está fechado ao público. No momento da sua visita deve verificar o estado do parque, no site dos Parques Nacionais.

Preços (2021) entrada Parque Natural Nacional Puracé

Como todos os outros parques nacionais colombianos, Puracé cobra uma taxa de entrada dependendo de certas circunstâncias.

  • Se você é um residente nacional ou estrangeiro na Colômbia, ou um membro da CAN (Comunidade Andina) e você também tem entre 5 e 25 anos de idade: $5.500 (aproximadamente USD 1)
  • Se você é um residente nacional ou estrangeiro na Colômbia, ou um membro do CAN e você tem mais de 25 anos: $ 11.500 (cerca de USD 3)
  • Se você é um estrangeiro, mas não vive na Colômbia e não é um membro da CAN: $27.500 (cerca de USD 7)

Como chegar ao Salto de Bordones?

O município mais próximo de Salto de Mortiño é Pitalito, então você deve primeiro chegar lá. É melhor chegar primeiro para Neiva, a capital do departamento de Huila. Esta cidade tem o Aeroporto Benito Salas, então você pode pegar um voo desde as principais cidades.

De Neiva levará cerca de 4 horas para chegar a Pitalito. Uma vez que você está no município deve ir para o terminal de transporte, lá você pode pegar um ônibus para Bordones, vai levar pelo menos 1 hora.

Salto de Mortiño

Localização: Isnos, Huila
Altura: 170 m

Cercado pela natureza e muito próximo ao município de Isnos, está o majestoso Salto de Mortiño, que é uma cachoeira de mais de 170 metros, que ultimamente adquiriu importância turística graças aos diferentes atrativos que foram instalados no local.

Por que visitar o Salto de Mortiño?

Além da beleza da cachoeira e de toda a natureza que circunda o local, atualmente há atrações que são algo que você não pode perder na sua visita para esta cachoeira.

Nos arredores foi construído o primeiro mirante de vidro, na Colômbia, chamado “Vista del Águila”, logo acima da cachoeira. Então, daqui você observará a majestade do Salto de Mortiño.

O mirante consiste em uma ponte de vidro de cerca de 12 metros que você terá que percorrer sem sapatos, para evitar danificar o vidro. Isso é feito com o objetivo de criar uma experiência onde você acha que está andando no ar.

Além do mirante, há também uma atração extrema chamada “Voo da Águia”, que fica ao lado da cachoeira. É o maior balanço em Huila. Enquanto você balança e sente a adrenalina, terá uma vista magnífica do Salto de Mortiño.

Recomendações

  • Andar sobre a ponte de vidro é totalmente seguro. Foi construído para suportar o peso de cerca de 11 pessoas.

Como chegar ao Salto de Mortiño?

O município mais próximo do Salto de Mortiño é Isnos, então você deve primeiro chegar lá. É melhor viajar primeiro para Neiva, a capital do departamento de Huila. Esta cidade tem o Aeroporto Benito Salas, então você pode pegar um voo desde as principais cidades.

Uma vez em Neiva, de carro levará cerca de 5 horas para chegar a Isnos. Alternativamente você pode pegar um ônibus desde Neiva que vai deixá-lo no município. Desde Isnos você pode alugar um veículo para levá-lo até a cachoeira.

Salto de las Damas

Localização: Garzón, Huila
Altura:20 m

No passado, o riacho “las Damas” era conhecido por ser o lugar onde as mulheres de Garzón foram lavar suas roupas. Atualmente, é uma trilha ecológica que é visitada por qualquer pessoa, turista ou local, que queira relaxar e se conectar com a natureza.

Por que visitar o Salto de las Damas?

Além da trilha ecológica, a principal atração deste riacho é o Salto de las Damas, uma cachoeira em que é formada uma pequena piscina natural onde é possível tomar um banho, enquanto se diverte. Para chegar a esta cachoeira, você deve dar uma caminhada de cerca de 710 metros, onde vai desfrutar da vegetação nativa. Você completará o passeio em cerca de 30 minutos aproximadamente.

Caso você esteja interessado, todo este território é administrado pela Finca Ecoturística Las Damas. Neste lugar há uma cabana que é habilitada para acomodar alguns turistas.

Como chegar ao Salto de las Damas?

O município mais próximo de Salto de las Damas é Garzón, então você deve primeiro chegar lá. É melhor viajar primeiro para Neiva, pelo ar. A partir de Neiva levará cerca de 2 horas e 30 minutos para chegar ao município. Uma vez lá, levará cerca de 10 a 15 minutos de carro para chegar às Damas.

Cachoeiras de Putumayo

Cachoeira do Fim do Mundo

Localização: Mocoa
Altura: 70 m

No oculto e maravilhoso departamento de Putumayo, ou mais especificamente no município de Mocoa, que foi um ponto onde os agora desmobilizados guerrilheiros das FARC açoitaram seus habitantes com violência, há maravilhas naturais incríveis.

Após a desmobilização das FARC, Mocoa mudou e é possível visitar este município e, claro, suas atrações naturais, por exemplo, a imponente Cachoeira do Fim do Mundo.

Por que visitar a Cachoeira do Fim do Mundo?

Ao contrário do seu nome, a Cachoeira do Fim do Mundo não é um local apocalíptico, pelo contrário, é conhecida por estar cercada pelas exuberantes florestas de Putumayo, gerando um espetáculo muito bonito.

Para chegar lá você deve dar uma caminhada de aproximadamente duas horas. Uma de suas maiores atrações é que depois de completar o passeio você chega ao topo da cachoeira e pode ter uma vista panorâmica das florestas amazônicas de Putumayo. Além disso, você pode relaxar na margem para superar a vertigem e ver a água cair. Neste ponto é muito comum que os turistas tirem fotos, portanto lembre-se de trazer sua câmera.

Recomendações

  • Lembre-se que neste tipo de território você não deve começar a explorar como um louco. Há algum tempo, alguns amigos que visitaram Mocoa, por entrar em lugares onde não deveriam, conheceram um homem que os questionou e os fez ter um momento bastante desconfortável. Estes sites já podem ser visitados, mas é sempre bom ter cuidado.

Como chegar à Cachoeira do Fim do Mundo?

Para chegar à Cachoeira do Fim do Mundo, a primeira coisa que você tem que fazer é ir em direção a Mocoa. Pode chegar lá pelo ar porque esta cidade tem o Aeroporto de Villagarzón.

Em Mocoa, você pode pegar um ônibus ou um táxi que vai deixá-lo na Posada Dantayaco, lá você deve pagar para poder começar o passeio.

Outra opção é pegar um táxi e ir até o Hostal El Portal del Fin del Mundo. Lá você pode pegar um teleférico, o que vai deixá-lo em um ponto onde levará apenas cerca de 30 minutos para chegar à cachoeira.

Hornoyaco

Localização: Mocoa
Altura: 55 m

Outra cachoeira que está localizada perto de Mocoa é a chamada Hornoyaco, que é uma cachoeira de 55 metros. É ideal descansar e se conectar com a natureza, pois nesse lugar é formada uma piscina de água natural onde você pode desfrutar de um delicioso mergulho.

Por que visitar Hornoyaco?

Além de ser um local de contemplação e relaxamento, esta cachoeira é ideal para praticar canoying. Se você quiser praticar esta atividade, pode visitar o site do Ecoturismo Putumayo. Atualmente (2021), para praticar esta atividade você terá que pagar $90.000 por pessoa.

Recomendações

  • Se você quiser praticar canyoning nesta cachoeira deve entrar em contato com Ecoturismo Putumayo, com antecedência. Você pode encontrar todos os detalhes em seu site.
  • Na cachoeira não há lugares para comprar comida, recomenda-se que você traga comida e hidratação. Mas lembre-se, não jogue lixo na cachoeira.

Como chegar a Hornoyaco?

A primeira coisa que você deve fazer é chegar a Mocoa, como já explicamos você pode fazer isso por via aérea. A partir desta cidade levará cerca de 10 minutos de carro para chegar à cachoeira.

Você também pode chegar lá a pé, caminhando ao longo de uma trilha que levará pelo menos 1 hora. Se você contratar um tour, terá um guia com você.

Cachoeira Ojo de Dios

Localização: Mocoa
Altura: 35 m

Embora seja verdade que a Cachoeira do Fim do Mundo é a cachoeira mais conhecida de Mocoa e possivelmente de todo Putumayo, você deve saber que em todo este território existem outras cachoeiras incríveis e particulares, como a majestosa cachoeira conhecida como o Ojo de Dios.

Por que visitar a Cachoeira Ojo de Dios?

A cachoeira Ojo de Dios é um lugar maravilhoso onde você pode tomar banho na piscina natural. Além disso, outra vantagem de visitar esta cachoeira é que é possível praticar rapel. Para chegar a este lugar você terá que pagar (2021) $15.000.

É chamado assim porque a água passa por um buraco de uma rocha gerando um efeito impressionante.

Recomendações

  • Para chegar a essa cachoeira você terá que fazer uma caminhada de aproximadamente 1 hora e 30 minutos, por isso é bom que você dedique um dia inteiro para fazer sua visita.
  • A capacidade do lugar é limitada, isso é feito com o objetivo de não exceder a capacidade da cachoeira. Se há muita gente, podem não deixar você visitar o Ojo de Dios. Lembre-se de ir mais cedo.

Como chegar ao Ojo de Dios?

A primeira coisa que você deve fazer é chegar a Mocoa, como já explicamos você pode chegar lá por via aérea. A estrada para a cachoeira começa no mesmo ponto da Cachoeira do Fim do Mundo. Então você deve ir de táxi ou de ônibus para a Posada Dantayaco, lá você vai comprar o bilhete e começará o passeio.

Cachoeira Golondrino

Localização: Mocoa
Altura: 15 m

Por que visitar a Cachoeira Golondrino?

Se você não tem muito tempo e quer desfrutar de algumas das cachoeiras de Mocoa, pode visitar a Cachoeira Golondrino. Mede 15 m e é ideal para tomar banho na piscina natural.

A entrada para esta cachoeira é totalmente gratuita. Claro, não é ideal que seja visitada por grandes grupos, já que o local não é exatamente grande.

Como chegar à Cachoeira Golondrino?

A primeira coisa que você deve fazer é chegar a Mocoa, como já explicamos você pode chegar por via aérea. Desde Mocoa, de carro, levará cerca de 10 minutos para chegar.

Existe também um caminho chamado “o lagarto”, você pode percorrê-lo e em cerca de 20 minutos estará na cachoeira. 

Cachoeiras de Chocó

Cachoeira Nabugá

Localização: Praia de Nabugá, Baíha Solano
Altura: 36 m

Bahía Solano é atualmente um dos pontos turísticos mais importantes do departamento de Chocó. Este município se destaca por suas praias que são cercadas pelas belas florestas de Chocó.

Perto deste município está localizada a praia de Nabugá, que se distingue por sua natureza abundante, seus animais exóticos e a bela Cachoeira Nabugá. Para chegar a esta cachoeira você deve fazer uma curta caminhada de cerca de 15 minutos.

Por que visitar a Cachoeira do Nabugá?

O que mais chama a atenção nessa cachoeira é que é possível tomar banho em suas águas, para que você possa viver uma experiência de nadar enquanto está rodeado de belas florestas. Claro, lembre-se que em Chocó geralmente chove constantemente, por isso é provável que durante a sua visita o tempo não seja o melhor.

Como chegar à Cachoeira Nabugá?

A primeira coisa que você deve fazer é chegar a Bahía Solano, este município não pode ser alcançado por terra, então você tem estas opções:

  • Pegue um avião de Medellín até o Aeroporto José Celestino Mutis de Bahía Solano.
  • Viaje de avião desde Bogotá até Quibdó, que é a capital do departamento de Chocó e de lá para a Bahía Solano.
  • A outra opção é viajar para Puerto Buenaventura, que está localizado no departamento de Valle del Cauca e de lá pegar um barco. Levará aproximadamente 12 horas.

Uma vez que você está na Bahía Solano deve contratar um barco para levá-lo até a praia de Nabugá, levará aproximadamente 45 minutos.

Cachoeiras de Valle del Cauca

As Cachoeiras de la Sierpe

Localização: Buenaventura, Parque Nacional Natural Uramba Bahía Málaga
Altura: 60 m

Bahía Málaga é conhecida por ser ideal para o ecoturismo na Colômbia, por exemplo, no Parque Nacional Natural Uramba é possível observar as imponentes baleias jubarte (entre junho e outubro), cercar-se da natureza e tomar banho nas diferentes cachoeiras do local.

Por que visitar as Cachoeiras de la Sierpe?

As Cachoeiras de Sierpe são as mais famosas do Parque Uramba, estas têm uma altura de mais de 60 metros e se destacam porque fluem para a água salgada do Oceano Pacífico.

As cachoeiras são ideais para passar um momento de paz e relaxamento. Algo notável é que nas cachoeiras há uma piscina natural onde você pode tomar banho, interagir com a natureza e há até um pequeno degrau no topo da cachoeira para mergulhar.

Recomendações:

  • A entrada no parque é gratuita.
  • Atualmente Uramba está fechado ao público, no momento da sua visita à Colômbia você deve verificar o site dos Parques Nacionais para verificar o estado do parque.
  • Você só pode acessar estas cachoeiras de barco, depois de pisar em terra você terá que fazer um pequeno passeio, cerca de 15 minutos, onde você pode apreciar a natureza e os animais (como borboletas) que estão no local.

Como chegar ao Parque Nacional Natural Uramba?

A primeira coisa que você deve fazer é chegar a Buenaventura em Valle del Cauca. Esta cidade tem o aeroporto Gerardo Tovar López, então você pode chegar lá pelo ar.

Uma vez que você está em Buenaventura, deve pegar um barco para o corregimiento de Juanchaco. Nesta vila há hotéis e diferentes pontos para descansar.

Para chegar ao parque e às cachoeiras você deve alugar um barco. Em cerca de 20 a 40 minutos você chegará ao seu destino.

A Cachoeira Ostional

Localização: Parque Nacional Natural Uramba Bahía Málaga 

A outra cachoeira encontrada no Parque Uramba é a Ostinal, que é menor que as Cachoeiras de La Sierpe, mas também tem seu atrativo.

Por que visitar à Cachoeira Ostional?

A Cachoeira Ostional é um lugar ideal para relaxar. Nesta cachoeira há dois níveis, na parte inferior há uma piscina natural onde as pessoas podem tomar banho e descansar. Mas, a maior atração está no segundo andar, que fica no meio da cachoeira, onde há uma pequena abertura onde há uma espécie de jacuzzi. Lá as pessoas geralmente tiram fotos.

Como na cachoeira de Sierpe, para chegar aqui você tem que chegar de barco. Se a maré estiver alta, eles o deixarão próximo à Ostional. Caso haja maré baixa, você terá que caminhar um pouco a partir do ponto onde o barco chega. O único problema com este passeio é que pode se tornar um pouco escorregadio, por isso tenha cuidado ao caminhar.

Recomendações

  • A entrada no parque é gratuita.
  • Atualmente o Uramba está fechado ao público, no momento da sua visita à Colômbia você deve verificar o site dos Parques Nacionais para verificar o estado do parque.

Como chegar ao Parque Natural Nacional de Uramba?

Siga o trajeto que indiquei para as cachoeiras de Sierpe. Para chegar ao parque e às cachoeiras você deve alugar um barco.

Mais experiências de turismo de natureza na Colômbia.

Aqui está uma lista de destinos incríveis para caminhadas e outras atividades na natureza na Colômbia:

Search

About Author

Frank

Frank

Olá, eu sou Frank Spitzer, o fundador e o coração por trás da Pelecanus, uma operadora de turismo especializada em viagens na Colômbia. Meu percurso em viagens é amplo — já viajei para mais de 60 países, absorvendo culturas, experiências e histórias. Desde 2017, tenho usado essa riqueza global de experiência para criar experiências de viagem inesquecíveis na Colômbia. Sou reconhecido como uma das principais autoridades em turismo colombiano e tenho uma profunda paixão por compartilhar esse belo país com o mundo. Você pode ver um pouco das minhas aventuras de viagem e percepções sobre a Colômbia no meu canal do YouTube. Também sou ativo em plataformas de mídias sociais, como TikTok, Facebook, Instagram e Pinterest, onde compartilho a cultura vibrante e as paisagens deslumbrantes da Colômbia. Para fazer contatos profissionais, fique à vontade para se conectar comigo no LinkedIn. Junte-se a mim nesta incrível jornada e vamos explorar as maravilhas da Colômbia juntos!

youtube Facebook Instagram Pinterest Tiktok