As 7 Maravilhas da Colômbia Que Você Deve Conhecer e Visitar

Salt Cathedral Colombia

Last updated on June 3rd, 2021 at 04:18 pm

Caro leitor

Meu nome é Frank e dirijo uma agência de viagens em Bogotá, Colômbia. Divirta-se enquanto lê!

As 7 Maravilhas da Colômbia

As 7 maravilhas da Colômbia estão no topo da lista de lugares para visitar na Colômbia. No entanto, nem todas são de fácil acesso.

Por que a Colômbia tem suas próprias 7 maravilhas, se as 7 maravilhas do mundo já existem? Tudo começou com uma pesquisa do jornal “El Tiempo”. Eles queriam escolher as construções mais impressionantes do país, por isso perguntaram a todos os leitores. 

O jornal indicou uma série de requisitos básicos e necessários para a eleição das maravilhas:

  1. O fato de ter sido construído pelo homem
  2. A estrutura tem que permanecer em qualquer lugar do território colombiano
  3. Possuir interesse cultural e patrimonial
  4. A estrutura deve ter excelentes qualidades arquitetônicas 
  5. A estrutura deve estar completamente acabada

Em seguida houve um processo de três etapas:

Na primeira etapa, todos os leitores do jornal foram convidados a postular seus monumentos. Depois, durante a segunda etapa, os especialistas selecionaram os 21 monumentos mais emblemáticos do país, que receberiam uma pontuação como resultado dos votos.

Na última etapa, os leitores vinculados ao jornal realizaram os respectivos votos e voila!; as 7 maravilhas da Colômbia nasceram. Tudo isso aconteceu em 2007, quando o turismo internacional ainda era uma palavra desconhecida na Colômbia.

Estas são as 7 maravilhas da Colômbia, sete lugares que os colombianos acham que você deve visitar quando viaje para a Colômbia:

  1. Catedral de Sal de Zipaquirá
  2. Santuário de Las Lajas
  3. Parque Arqueológico de San Agustín
  4. Arquitetura militar de Cartagena de Indias
  5. Cidade Perdida
  6. Parque Arqueológico de Tierradentro
  7. Teatro Colón

Catedral de Sal de Zipaquira

Site: https://www.catedraldesal.gov.co/Paginas/default.aspx

Horário: segunda a domingo das 9h às 18h

A Catedral de Sal de Zipaquirá é a primeira maravilha da Colômbia. Não surpreende que, em um país católico como a Colômbia, uma catedral assuma o primeiro lugar. No entanto, tenho que admitir que a construção é realmente impressionante e definitivamente vale a pena visitá-la.

Este local é uma das poucas minas de sal do mundo que podem ser visitadas. Sua história remonta a 1801, quando a mina já estava em operação. Além de funcionar como uma mina de sal, este lugar sempre foi caracterizado por outro elemento, a incrível fé professada pelos mineiros que trabalhavam lá. É por essa razão que em 1932 foi construída a primeira capela (de maneira improvisada) do local, o que deu aos trabalhadores a possibilidade de orar.

Anos depois, em 1954, decidiu-se construir o que seria a primeira catedral do local dedicada à Virgem do Rosário, que é a santa padroeira dos mineiros. Este lugar tinha quatro níveis, no segundo estava localizada a catedral.

Infelizmente, na década de 1990 esta construção teve que ser fechada devido a falhas estruturais. É por isso que em 1995 foi inaugurada a atual Catedral de Sal de Zipaquirá,  que está localizada a 60 metros da primeira catedral.

Como chegar à Catedral de Sal?

A igreja subterrânea está localizada em Zipaquirá, uma cidade central da Colômbia, ao nordeste de Bogotá.

Para chegar à catedral você pode usar o transporte público. Vá até a estação transmilenio “Portal Norte”, lá há ônibus que vão levá-lo até Zipaquirá.

Uma opção bastante interessante para chegar à cidade é através do Trem Turístico da Sabana. Ao longo do caminho geralmente oferecem refeições, bebidas e shows de música ao vivo. Você pode comprar os bilhetes de trem no site ou em suas estações em Bogotá, que estão localizadas nos endereços Calle 13 # 18 – 24 e Carrera 9 # 110 – 08.

Os preços vigentes do trem durante o ano de 2021 são:

  • Adultos: $63.000
  • Idosos com mais de 60 anos: $57.000
  • Crianças até 12 anos: $57.000

Lembre-se que estes preços incluem o bilhete de ida e volta. O passeio leva cerca de 50 minutos, quase uma hora desde Bogotá e você pode chegar à Catedral de ônibus, trem, helicóptero ou carro particular. O primeiro passo é chegar a Bogotá de avião.

Lembre-se que você pode comprar vários tours para ir à catedral, mas recomendamos um tour organizado. Costumo combinar a visita à Catedral de Sal de Zipaquirá com a Laguna de Guatavita, o que resulta em um passeio de um dia perfeito.

O que você pode esperar de Zipaquirá?

Zipaquirá desfruta de um clima de montanha por causa de sua altitude, ideal para vivenciar uma longa viagem. A atração turística mais famosa de Zipaquirá são suas minas de sal. No entanto, a praça “González Forero” é o epicentro da cidade e é cercada por edifícios que preservaram seu estilo colonial, um exemplo é a Catedral de la Santísima Trinidad.

 Zipaquirá também possui seus restaurantes típicos, as casas coloniais com quase 300 anos de antiguidade e museus como a Casa Museu Quevedo Zornoza, etc. 

É importante notar que Zipaquirá está localizada a cerca de 2.652 metros acima do nível do mar (8.700 pés acima do nível do mar).

O que descobrir na Catedral?

As minas de sal não são apenas um destino para o turismo religioso, pois todo este espaço pertence ao chamado “Parque de la Sal”, por isso é ideal para passar um momento de diversão com sua família ou com seus companheiros de viagem.

Nas minas você encontrará pontos religiosos como as estações de via-crúcis e as cúpulas da catedral, mas também há pontos culturais e divertidos e atividades como a Rota do Mineiro ou o Museu de Tutankamón.

Os corredores no interior da catedral são iluminados de forma detalhada, mas ao mesmo tempo são o suficientemente escuros para manter a intriga durante a peregrinação. A Catedral proporciona um efeito óptico fascinante, que dá a impressão de ver um vazio subterrâneo com uma luz no final de cada estação.

Alguns serviços específicos são:

  • Percorrer a Catedral com guias especializados.
  • Percorrer a igreja com guias de áudio.
  • Acesso a lojas de souvenirs
  • Acesso a lojas de produtos de sal
  • Acesso ao serviço de fotografia
  • Acesso a lojas de doces típicas colombianas
  • Acesso ao Esensal, um spa de 200 metros subterrâneo

Durante sua visita você pode desfrutar das seguintes atrações:

O via-crúcis

É uma rota que conta com 14 estações onde há várias cruzes esculpidas com blocos de sal que representam a paixão de Jesus. O comprimento da rota é de 386 metros.

Uma bela cúpula

Ao sair da rota das estações de Via-crúcis, encontrará a imponente cúpula da catedral. Esta construção é esculpida em sal e tem uma altura de 11 m. No teto tem uma linda cor azul. A cúpula simboliza o mundo e o cosmos.

As naves da catedral

Localizadas no centro da catedral, estão localizadas três câmaras que representam os momentos mais importantes da vida de Jesus: sua vida, sua morte e, finalmente, sua ressurreição.

A maior cruz subterrânea do mundo

A apenas 145 metros da cúpula está localizada aquela que é considerada a maior cruz subterrânea do mundo. As dimensões desta construção são de 16 metros de altura e 10 metros de largura.

A rota do mineiro

Nesta experiência que dura entre 35 minutos e 1 hora você vai se sentir como um verdadeiro mineiro. Eles lhe darão um capacete e o equipamento apropriado para passar por algumas formações geológicas, que estão localizadas na mina.

Para realizar esta atividade você será acompanhado por um guia que explicará tudo o que você precisa saber.

Se divertir na parede de escalada

Esta atração está localizada nos arredores da mina, você pode entrar com passaportes familiares e premium. É considerado o maior Muro de Escalada a céu aberto da Colômbia.

Museu da Salmoura

É um espaço onde lhe explicarão como é o processo de produção da salmoura. Há também vários tanques, que são usados neste processo que você poderá observar.

Museu Tutankamón

É uma das atrações mais recentes do local. Inaugurado em 2020, este espaço conta com 65 relíquias em tamanho real que ajudarão você a aprender sobre a vida do faraó egípcio mais famoso: Tutankamón.

Quando e por que visitar a Catedral de Sal?

A Catedral de Sal é a primeira maravilha arquitetônica da Colômbia, que depois de 1º de outubro de 2020 finalmente reabriu suas portas. Hoje conta com as medidas de biossegurança e vale a pena aproveitar o ambiente salino da mina.

Os visitantes locais e estrangeiros poderão viver uma experiência de paz e meditação, conhecendo as diferentes cruzes da mina e da imponente catedral. Outro benefício de visitar este lugar é a questão da saúde. Isso porque as propriedades do sal são muito benéficas, tanto para o sistema respiratório quanto para a saúde da pele. 

Esta Catedral é o segundo lugar de culto mais impressionante do planeta. Além disso, no Parque você também desfrutará de atrações complementares como: Canopy, City Tour, Rota do Mineiro, Muro de Escalada, o Museu da Salmoura e o Museu de Tutankamón.

É importante ter em mente que você deve evitar viajar durante a Semana Santa, os fins de semana de feriado ou Natal, pois as multidões afetarão sua experiência neste lugar.

Algumas recomendações

  • Não há restrição de idade para crianças, com qualquer idade podem entrar na catedral.
  • Se você precisar solicitar um guia que fale inglês ou francês, você deve enviar um e-mail para suarez@catedraldesal.gov.co, pelo menos dois dias antes de sua visita. Você também pode solicitar este serviço na catedral, mas pode não haver guias disponíveis.
  • O local conta com rampas para pessoas com deficiência física.
  • Os animais de estimação não podem entrar na Catedral.

Preços

Ao entrar no parque você tem a possibilidade de escolher diferentes planos (preços 2021):

Plano Básico

Adulto (13 a 59 anos) pagam $60.500
Crianças e idosos (acima de 60 anos) pagam $50.500

Este plano inclui:

  • Entrada para a Catedral de Sal
  • Guia de áudio
  • Curta-metragem 3D
  • Espelho d’água
  • Show de luzes
  • Exposição de arte
  • Caminhada

Plano Familiar

Adulto (13 a 59 anos) pagam $78.000
Crianças e idosos (mais de 60 anos) pagam $68.000

Este plano inclui:

  • Tudo o mesmo que o plano básico
  • Passeio pela cidade
  • Museu da Salmera
  • Museu Tutankamón

Plano premium

Preço: $93,000

Este plano inclui:

  • Tudo o mesmo que o plano básico
  • Passeio pela cidade
  • Museu da Salmera
  • Museu Tutankamón
  • Rota do mineiro
  • Pacote de Aventura

Gostaria de visitar a Catedral de Sal? Somos uma agência de viagens com sede em Bogotá Colômbia, entre em contato conosco.

Santuário de Las Lajas

Horário: segunda a sexta das 9h às 18h

Las Lajas é certamente um dos edifícios mais impressionantes da Colômbia, e combinado com sua localização em um cânion, é simplesmente impressionante. Visitei a Catedral do Sul várias vezes, mas sempre fico impressionado.

O jornal britânico The Telegraph fez uma lista das igrejas mais bonitas do mundo, onde o Santuário de las Lajas ficou em primeiro lugar. Isso não gera surpresa porque sua bela arquitetura gótica, sua imponente torre que atinge os 100 m, aquela elegante ponte que você terá que percorrer para chegar à catedral e a bela paisagem que a rodeia fazem dela uma das construções mais incríveis do mundo.

Esta incrível igreja foi construída entre 1916 e 1949. Seu material de construção foi a pedra conhecida como Laja, daí o nome do templo.

Dentro deste local está a imagem de Nuestra Señora de las Lajas, e por ordem do Vaticano em 1951 a coroação canônica foi feita a esta figura religiosa. Em 1954, o santuário foi declarado basílica.

História milagrosa de Las Lajas

Há muitas histórias maravilhosas sobre a Señora del Rosario de las Lajas, por exemplo, o caso do soldado colombiano Gonzalo Suárez, que supostamente recebeu sete balas no rosto durante a guerra de mil dias. Este homem estava prestes a ser queimado vivo, pois ele era considerado morto. Supostamente ele confiou a si mesmo à virgem e naquele momento uma mulher percebeu que ele ainda estava vivo.

A história mais importante sobre esta virgem conta como a imagem canonizada de Nuestra Señora del Rosario de Las Lajas foi encontrada. Conta a história de que no ano 1754, uma índia chamada María Mueses de Quiñones e sua filha, Rosa, que era surda-muda de nascimento caminhavam entre a cidade de Ipiales e sua casa. Nesse momento, surpreendentemente, a menina foi capaz de falar e disse “Mamãe, mamãe, a Mestiza está me chamando”. 

Diz-se que Rosa começou a ter alucinações com a virgem e depois de indicar às pessoas algumas direções, eles foram capazes de encontrar a imagem de Nuestra Señora de Las Lajas. A história não termina aqui, porque diz-se que Rosa morreu muito tempo depois. Sua mãe com muita dor pediu à virgem que devolvesse a sua filhinha e diz-se que o outro milagre que esta mulher testemunhou foi ver a ressurreição de sua filha.

Por causa de tantas histórias, este local é um dos pontos de peregrinação mais importantes do mundo. 

Como chegar ao Santuário?

A igreja está localizada em Ipiales, uma cidade fronteiriça no sul da Colômbia, a cerca de 2 horas de carro desde Pasto. Pasto é a capital do departamento de Nariño e está localizado no sul da Colômbia e faz fronteira com o Equador. Pasto pode ser alcançado de avião desde Bogotá e desde Pasto há ônibus.

É ainda melhor reservar um tour com um guia particular. Em Ipiales você pode estacionar nas proximidades e depois caminhar pela vila até a igreja. Ou você pode pegar a gôndola e chegar à estação a cerca de 100 metros da igreja.

O que você pode esperar de Ipiales?

A pequena vila de Ipiales é montanhosa e as ruas às vezes são íngremes. Toda a vila está orientada para o turismo e é intercalada com restaurantes e lojas de souvenirs.

Viajante, se você não estiver com pressa para chegar ao Santuário, você pode dar um passeio desde um dos estacionamentos até Las Lajas que leva cerca de 15 minutos.

Uma boa atividade para se imergir na cultura do local é o Parque 20 de Julho, na praça principal de Ipiales. Em seu centro fica a “Efígie de la Libertad”, tem calçadas confortáveis e tem a catedral “San Pedro Mártir”. Na vila você pode encontrar centros comerciais como o “El Gran Plaza”, tours particulares de vários dias e personalizados por todo o local.

Ipiales é conhecida como a “cidade das nuvens verdes” pela cor esverdeada do céu ao pôr do sol. Uma ótima opção para fotografar a paisagem é fazer o passeio dos estacionamentos até a igreja. 

É importante notar que o Ipiales está localizado a cerca de 2.900 metros acima do nível do mar (9.510 pés acima do nível do mar).

O que descobrir no Santuário?

Um dos aspectos mais incríveis desta igreja é que o monumento está suspenso em uma ponte que fica acima do cânion do rio Guáitara, fazendo com que o simples fato de observar essa maravilha tire o fôlego. É por isso que o santuário também é conhecido como o “milagre de Deus no abismo”.

Nos arredores das Lajas há vários pontos onde você pode tirar fotos incríveis, incluindo uma esplanada que pode ser alcançada descendo pelas escadas atrás da igreja. Nas proximidades do local, há várias barracas de comida. Tenha em mente que se você possui um drone você pode usá-lo para tirar panoramas incríveis e ótimos vídeos.

O interior da igreja é incrível e muito imponente. Você pode encontrar belos vitrais, vários oratórios e em algumas das paredes há placas com agradecimentos à Senhora do Rosário de Las Lajas. Outra coisa que você pode fazer é visitar o Museo Santuario Nuestra Señora de las Lajas.

O Museu de Las Lajas é um espaço imperdível. Neste local você poderá conhecer a história da virgem, apreciar belos e incríveis vitrais, arte pré-colombiana da cultura indígena os Pastos e, claro, muitas obras e pinturas religiosas.

Uma coisa a ter em mente é que o Santuário geralmente tem um grande número de visitantes. Recomendamos absolutamente que se você tiver tempo, espere até a noite. Nesse momento a igreja é iluminada em várias cores, criando um espetáculo que vale a pena apreciar. 

Quando e por que visitar a igreja?

O departamento de Nariño pode não ser sua primeira opção ao visitar a Colômbia, mas nós realmente recomendamos visitar este santuário porque sua imponente beleza realmente faz de Las Lajas um lugar único no mundo. Se você tem a oportunidade de visitar Nariño, você não pode perder este incrível monumento. 

No entanto, é importante notar que você não deve viajar aos domingos ou feriados, durante a Semana Santa ou Natal. As multidões no belo lugar afetarão sua experiência neste belo lugar.

Você pode encontrar mais detalhes no meu texto sobre a basílica mais espetacular da Colômbia.

Parque Arqueológico de San Agustín

Horário: todos os dias, exceto terça-feira das 8h às 16h (lembre-se de consultar o site antes da sua visita, pode haver alterações de horário)

Preços (2021):

Os cidadãos colombianos pagam $ 27.000
Os estudantes pagam $12.000
Os estrangeiros pagam $38.000

Declarado Patrimônio Mundial pela UNESCO em 1995, o Parque Arqueológico de San Agustín é considerado um dos lugares arqueológicos mais importantes da América do Sul.

Este parque, localizado no departamento de Huila, foi aberto ao público em 1935. No seu interior, você pode ver a necrópole (cemitério) com maior extensão de toda a América Latina.

Diz-se que neste local de sepultamento ficam os restos de uma cultura indígena, que chegou a viver no ano 3000 a.C. Quando a conquista começou e os espanhóis chegaram ao solo americano, esta cultura já havia desaparecido. É a partir do exposto que este grupo foi renomeado Cultura Agostiniana, eles receberam este nome em homenagem a Frey Agustín de la Coruña, que era um importante defensor dos povos indígenas.

O parque arqueológico de San Agustín é realmente incrível. Não é apenas um parque, mas há vários, localizados em diferentes lugares. Para os padrões colombianos, a infraestrutura é excelente e tudo é muito bem-organizado.

San Agustín é uma experiência única que vai ficar na mente dos visitantes. É o caso de Valentina Rossi, antropóloga, que menciona que o parque é:

“Um lugar muito tranquilo, que combina a experiência arqueológica com a experiência ecológica. Gosto da oportunidade oferecida pelo parque de explorá-lo livremente, explorar os caminhos, apreciar a natureza e também os locais e elementos arqueológicos visíveis. É um lugar cheio de fascinantes histórias e obras do passado que nos convidam a refletir sobre quem somos e que fazemos no presente.”

Como chegar ao Parque?

O parque principal está localizado bem perto de San Agustín, um município colombiano localizado no sul do departamento de Huila. O primeiro passo é chegar a Pitalito (município), pois é o trajeto mais rápido. A partir do Aeroporto de Pitalito (Huila) você pode pegar o transporte terrestre para San Agustín, pode ser um táxi ou um ônibus a partir do terminal de transporte. O trajeto dura 1 hora ou um pouco menos, tudo depende do trânsito.

Você pode encontrar alguns bons hotéis neste lugar. Ainda assim, muitos viajantes que chegam à Colômbia não fazem o desvio via San Agustín. No entanto, pode ser combinado com uma viagem para Popayán.

É importante notar que San Agustín está localizado a cerca de 1.730 metros acima do nível do mar (5.675 pés acima do nível do mar). Além disso, tenha em mente que você deve planejar sua visita com bastante antecedência, já que o parque nem sempre está aberto.

O que você pode esperar de San Agustín?

Em San Agustín você não só encontrará este parque patrimonial, pois é um excelente local turístico não só para os moradores locais, mas também para estrangeiros. O visitante pode desfrutar de suas paisagens arqueológicas e sua cultura ancestral.

O município conta com diversas atrações e locais para fazer caminhadas, como o Museu Precolombino Villa Real, a igreja de San Agustín, a cachoeira dos 3 jatos (com passeios de bicicleta ou caminhadas) e o estreito de Magdalena (rota em bicicleta). Chegando em San Agustín você encontrará uma população “congelada” no tempo. É uma vila bastante bonita e colonial, com algumas ruas de paralelepípedos e estátuas alusivas ao seu legado.

Geralmente, em datas como junho, você pode encontrar lugares próximos à praça principal onde lhe oferecerão acomodação a partir de 20.000 COP (4 euros), mas há várias opções.

O município oferece vários planos para conhecer todos os parques, cavalgadas, jipe e muitas atividades que ocupam um dia inteiro, isso para quem quer conhecer mais sobre a região.

O que descobrir no Parque Arqueológico?

No parque é possível encontrar bilheterias, espaços de museus, guias, agentes de segurança em cada uma das mesas, mapa do local em cada uma das mesas com informações sobre o local, sistema viário, lojas de artesanato e alimentos (limitados). O Parque Arqueológico de San Agustín pode ser explorado a pé ou a cavalo. Seu domínio abrange 78 hectares de território, ao lado das montanhas cobertas por granizo.

O Parque Arqueológico é um exemplo vivo das culturas pré-hispânicas que habitaram esta região da Colômbia por mais de quinze séculos. Era um lugar de peregrinação e adoração permanente em outros tempos.

No entanto, atualmente o Parque Arqueológico de San Agustín está composto por:

A casa museu Luis Duque Gómez

Este museu foi inaugurado em 2013 e ao longo de seus nove espaços, exibe diferentes objetos que pertenciam às culturas que viviam no território e objetos representativos da região. O museu possui peças de cerâmica, estátuas que fizeram a cultura de San Agustín, fotografias históricas das primeiras escavações no local e outros objetos de interesse.

Mesita A

Mesita A foi o primeiro espaço do parque a ser aberto ao público no início do século XX. Estudos demonstraram que este lugar serviu como assentamento há aproximadamente 2000 anos. A coisa mais notável que você vai encontrar são dois túmulos funerários que têm 4 metros de altura e 30 de diâmetro.

Mesita B

Este lugar foi o lar de vários membros da cultura de San Agustín há 3000 anos. Em Mesita B você encontrará mais de 60 estátuas, vários túmulos funerários e algumas tumbas simples. Este território começou a ser investigado no início do século XX.

Mesita C

Em Mesita C há um túmulo funerário, também há cerca de 15 estátuas e mais de 40 túmulos.

A floresta das estátuas

Com uma distância de aproximadamente 600 m, encontramos a floresta de estátuas. Este espaço reúne mais de 30 estátuas funerárias que foram coletadas em diferentes partes do parque.

El alto del Lavapatas

É considerado com uma das maiores atrações dentro do parque. El Alto del Lavapatas está localizado no topo de uma colina, foi escavado em 1974 e o que eles descobriram foram os restos de uma casa. O que mais se destaca é a descoberta de um fogão que de acordo com estudos que datam de 3300 a.C., é a evidência mais antiga da atividade humana em Alto Magdalena.

Quando e por que visitar o Parque?

O Parque Arqueológico de San Agustín, é um lugar fantástico, é também um dos locais arqueológicos mais importantes da Colômbia e do mundo, pois foi declarado Patrimônio Mundial pela Unesco.

Este parque é perfeito para quem busca uma experiência cultural no meio da natureza. Enquanto as trilhas ecológicas estão em ótimas condições e facilitam a visita a diferentes pontos do parque, há também trilhas um pouco mais desafiadoras, como a subida ao Alto del Lavapatas, que, ao envolver alguma atividade física, complementam muito bem este destino.

Tanto os colombianos quanto os estrangeiros devem visitar San Agustín para aprender de uma das culturas mais avançadas da era pré-hispânica, não apenas para aprender sobre sua existência, mas para refletir sobre os laços que ainda existem entre eles e nós.

É importante ter em mente que você não deveria viajar durante os meses de janeiro, julho ou dezembro, pois as multidões afetarão sua experiência neste lugar.

Algumas recomendações para visitar o parque

A partir de 2 de outubro de 2020, o parque reabriu, mas devido ao COVID-19 existem algumas diretrizes que são importantes de se conhecer.

  • Apenas 120 visitantes por dia são permitidos. Recomenda-se que você compre seus bilhetes com antecedência se estiver visitando o território.
  • As pessoas com mais de 60 anos devem apresentar um atestado médico
  • A cada 30 minutos sai um novo grupo para fazer um passeio pelo parque. Atualmente é obrigatório ter um guia de acompanhamento.

 Lembre-se que essas medidas podem mudar no momento da sua visita. Recomendamos que você visite o site do lugar regularmente.

Arquitetura militar de Cartagena de Índias- Fortificações de cartagena

Horário: segunda a domingo das 8h às 18h

Preços (2021): 

Taxa geral $20.000
Taxa reduzida $ 10.500, este preço se aplica para crianças de 6 a 13 anos e para estudantes.
Taxa mínima $1000 pesos só se aplica para estudantes de instituições de ensino oficiais em Cartagena e Bolívar autorizadas pela ETCAR. Além disso, a instituição deve reservar a tempo.

O que mais podemos dizer sobre Cartagena? Esta cidade é um sonho caribenho tornado realidade e é quase uma obrigação visitá-la quando você está viajando pela Colômbia.

É incrível que um lugar tão turístico e bonito, foi séculos atrás o objetivo dos piratas, ingleses e franceses. Isto se deveu à sua posição geográfica e aos grandes tesouros que estavam na cidade.

Só é necessário lembrar quando, em 1586, o infame pirata Francis Drake chegou às costas de Cartagena com uma frota que se diz ultrapassar 23 navios de guerra e com uma tripulação de mais de 3.000 homens. Esse grupo queimou mais de 200 casas, saqueou a cidade e conseguiu que as autoridades municipais entregassem 107.000 escudos de ouro para deixar Cartagena.

É a partir do acima que os espanhóis decidiram construir uma fortaleza que era inexpugnável e que lhes permitiu ter uma vantagem contra piratas e contra impérios rivais. Os espanhóis começaram a construir o imponente Forte de San Felipe de Barajas. Este local foi feito por soldados espanhóis e escravos africanos. Levou mais de um século para concluir este edifício, começou em 1536 e terminou em 1657.

Fortaleza invencível

Este forte está localizado em uma colina chamada San Lázaro, o que permitiu que os espanhóis estivessem atentos a qualquer sinal de perigo. Várias batalhas históricas aconteceram neste lugar.

Uma das mais reconhecidas é a do exército francês, que em 1697 foi comandado pelo Barón de Pointis. Este grupo conseguiu derrotar o exército espanhol e tomar o Castelo de San Felipe, que eles usaram para bombardear uma das entradas de Cartagena. Estes homens conseguiram saquear a cidade.

A batalha a vitória mais importante que aconteceu neste lugar foi contra os ingleses comandados por Edward Vernon. Este ataque ocorreu em 1741 e depois de derrotar quase todo o exército espanhol, o único ponto de defesa que restou foi o Castelo de San Felipe. Vernon, confiante e pensando que seria uma vitória fácil, enviou seus homens para invadir a fortaleza.

O que os ingleses não sabiam é que o soldado espanhol Blas de Lezo teve que construir uma enorme trincheira que os atacantes encontraram quando cruzaram as paredes, então milhares de soldados ingleses morreram e tiveram que recuar.

De acordo com a história, a fortificação militar sofreu várias reformas por constantes ataques dos ingleses e franceses. Hoje faz parte do patrimônio histórico e cultural da Colômbia.

Como chegar ao Castelo de San Felipe?

O Castelo de San Felipe de Barajas está localizado ao nordeste do Centro Histórico de Cartagena de Indias. Fica na colina de San Lázaro, a 10 minutos da torre do relógio.

Chegar ao castelo é muito fácil por causa de sua proximidade com o centro histórico, então se você quiser, você pode caminhar até lá, o que leva cerca de 15 minutos, enquanto admira a vista do mar e outras paisagens da bela cidade.

A opção mais confortável é pegar um táxi a partir de sua localização. Será importante definir a tarifa com o motorista antes de entrar.

O que você pode esperar de Cartagena?

Se falarmos de lugares para visitar em sua viagem à Colômbia, Cartagena certamente entra na discussão.

Esta cidade é a capital do departamento de Bolívar e graças às suas praias, seus lugares e construções históricas como a Cidade Velha amuralhada, Cartagena é visitada por muitos turistas e moradores durante todo o ano.

Se você quiser saber um pouco mais sobre esta magnífica cidade, recomendo ler meu guia de viagem sobre Cartagena.

O que descobrir no Castelo?

As enormes fortificações que podem ser encontradas já contam uma história clara. Os atacantes daquela época estavam ansiosos para se enriquecerem com os tesouros da pérola do Caribe. 

A fortaleza é um enorme monumento com muitos espaços para você explorar. Uma vez dentro, você poderá fazer o tour autoguiado, no entanto é recomendável que você o faça com um guia para aprender em detalhes todos os fatos históricos.

Alguns dos espaços mais marcantes dentro do castelo são:

  • O sistema de túneis em forma de labirinto, que foi projetado como uma armadilha para os inimigos que entraram no forte e se perderam. 
  • Os quartéis subterrâneos onde poderiam abrigar até 350 homens, juntamente com armas e comida que eles usavam para sobreviver em caso de invasão.
  • As muralhas com bases muito amplas que se tornam cada vez mais estreitas à medida que atingem seus níveis superiores.
  • Os blocos de pedra, diz-se que foram extraídos dos que foram encontrados nas costas ao redor.

Quando e por que visitar o Castelo?

O Castelo de San Felipe é a maior fortaleza militar construída na América. Sua construção, praticamente impenetrável, fez com que permanecesse de pé ao longo dos anos, também a enorme fortaleza foi declarada Patrimônio Mundial pela Unesco.

É importante ter em mente que é melhor viajar para a cidade na temporada média (meses março e abril), onde as temperaturas permanecem favoráveis. Já que, na alta temporada, as multidões afetarão sua experiência neste lugar.

Cidade perdida

Localizada no departamento de Magdalena ou mais especificamente na Sierra Nevada de Santa Marta, encontramos uma das construções indígenas mais incríveis e antigas de toda a América Latina. Cidade Perdida era originalmente um assentamento onde entre 4.000 e 10.000 pessoas viviam. Essas pessoas pertenciam aos Taironas, uma comunidade indígena já extinta que habitava os departamentos de Magdalena, Guajira e César.

Este local foi fundado aproximadamente no ano 700 D.C., por isso estima-se que este lugar seja cerca de 600 anos mais antigo do que a construção indígena mais icônica de toda a América do Sul: Machu Picchu.

Os Taironas originalmente nomearam este lugar de Teyuna. Lá você encontrará incríveis construções indígenas que apesar dos anos permanecem quase intactas. Os destaques incluem belos caminhos de paralelepípedos, terraços de pedra, centros cerimoniais, casas e outros incríveis lugares de interesse.

Após a chegada dos espanhóis na América, Teyuna foi abandonada. Este lugar permaneceu escondido até os anos 70, quando na cidade de Santa Marta as pessoas começaram a falar e espalhar o rumor de um lugar mágico onde havia muitos tesouros. Finalmente, em 1976 este lugar foi encontrado e renomeado Cidade Perdida.

Como chegar a Cidade Perdida?

Com a Cidade Perdida, pode-se dizer que a viagem é o destino. Desde a costa de Santa Marta, você sobe as montanhas costeiras mais altas do mundo e pode visitar a cidade perdida em uma viagem de 4, 5 ou 6 dias.

Para os viajantes que tem um bom orçamento mas não têm tempo, motivação ou condicionamento físico podem procurar uma alternativa, como reservar um sobrevôo com um helicóptero. No entanto, se você estiver interessado em uma visita, definitivamente deve ler minha resenha da Cidade Perdida, onde você pode encontrar todos os detalhes necessários.

Cidade Perdida está localizada na Sierra Nevada de Santa Marta. Para chegar ao ponto onde o passeio começa, é melhor viajar até a cidade de Santa Marta e de lá levará 2 horas para chegar a “El Mamey”. Depois de chegar a “El Mamey” (de carro), o trekking começa, depois você anda quase 50 km de ida e volta durante os dias de tour de sua escolha.

Antes de chegar a Santa Marta, é importante selecionar uma agência de turismo legal com permissão, a fim de entrar no Parque Arqueológico. Este parque é uma área protegida portanto você não pode ter livre trânsito. Você só pode ir com um dos 7 operadores licenciados e um guia.

Em Pelecanus oferecemos o serviço em parceria com fornecedores locais. Você deve saber que a única maneira de se conectar com a Cidade Perdida é através de uma Excursão (Caminhada ou Trek) em trilhas de floresta tropical, trilhas de montanha e travessias de rios.

O que você pode esperar de Santa Marta?

acolhe todos os seus visitantes e os faz sentir-se em casa. É um território que cativa com planos de praia e cultura que desconectam qualquer pessoa dos problemas da rotina.

Para visitar estão as 4 praias mais reconhecidas da cidade, as praias de Taganga, Playa Blanca, Playa Grande e as praias de Rodadero. O bom ambiente está assegurado.

Perto da cidade está a Sierra Nevada de Santa Marta, onde vivem cerca de 30 mil indígenas das etnias Kogi, Arhuaco, Kankuamo e Wiwa. Na verdade, a área foi declarada Reserva da Biosfera e Patrimônio Mundial pela UNESCO. O Tayrona também tem um lugar nesta lista, pois é um Parque Nacional onde a selva mais profunda se encontra com o Mar do Caribe e sai como resultado de praias selvagens.

Outro lugar é o “ambientazo en la carrera 3“, conhecido como o melhor lugar para terminar o dia com uma boa dose de gastronomia colombiana e música ao vivo.

Você não deve perder a fazenda “Quinta de San Pedro Alejandrino“, que é o local de descanso final de Simon Bolívar e é considerado um dos monumentos nacionais mais importantes.

O que descobrir na Cidade Perdida?

O Parque Arqueológico Teyuna Cidade Perdida pode ser visitado através de vários dias de caminhada em uma visita guiada que leva de 4 a 6 dias. Na minha opinião, 4 dias são suficientes. A excursão a Cidade Perdida acontece em uma trilha, composta principalmente de floresta tropical.

O clima é quente e úmido, pode ser chuvoso e em algumas partes você pode encontrar áreas escorregadias. Insetos como mosquitos, jejenes, percevejos ou outros são comuns. Durante a caminhada você vai atravessar vários rios e riachos.

O tour de 4 dias pela Cidade Perdida é a excursão favorita da maioria dos viajantes. Aqui está um exemplo de um itinerário:

Dia 1: Começa o passeio à Cidade Perdida, cada um dos passageiros é recolhido em seus alojamentos a partir das 8:00 horas da manhã. Em seguida, são transladados inicialmente para as instalações do escritório

A hora da partida é às 9h30 e se faz um passeio de carro por 2 horas e meia até chegar ao ponto de caminhada chamado “Mamey”.

Dia 2: Todos os viajantes devem estar prontos às 6h, começamos uma caminhada pela trilha para sair da região camponesa e chegar à reserva indígena onde há uma subida de 30 minutos.

Dia 3: Todo mundo acorda às 5h e sai às 6h para a Cidade Perdida, durante este passeio não leve sua bagagem, apenas leve câmera, repelente de insetos, roupa de banho, protetor solar e seu dinheiro.

Dia 4: A caminhada começa às 6h15 da manhã. Ao sair desta cabana, você começa a subir por uma hora e no final da cordilheira que leva cerca de 40 minutos, 30 minutos descendo e 10 minutos em plano. Finalmente, após o almoço, lanche, frutas e mais caminhadas, você retornará a Santa Marta, em cada um dos lugares onde foram recolhidos os turistas.

Em conclusão, são dois dias de escalada e dois dias de descida, o terceiro dia é que você chega à Cidade Perdida onde vai fazer um passeio pela área arqueológica e onde é provável que você tenha um encontro com o mamo (líder máximo da comunidade Kogui).

Você poderá desfrutar de caminhadas, pontes suspensas, casas indígenas tradicionais, grandes áreas verdes para fotografia, rios e muitas outras atrações naturais. Você deve saber que não há cobertura móvel.

Quando e por que visitar a Cidade Perdida?

Este é um lugar icônico, faz parte de uma das mais de 250 aldeias antigas dos quatro grupos indígenas no norte da Colômbia.

É importante notar que a temperatura no trajeto para a Cidade Perdida costuma ser constante (mais de 25 graus), mas ao longo do ano há muitas vezes momentos em que há mais chuva.  Lembre-se de que se você escolher datas de alta temporada, as multidões afetarão sua experiência neste lugar.

Recomendações: A caminhada é de média exigência, por isso a recomendação é estar em boas condições físicas e ser um amante do trekking e da natureza.

Parque Arqueológico de Tierradentro

Horário: segunda a domingo das 8h às 16h30

Preços (2021): 

Os cidadãos colombianos pagam $ 35.000
Os estudantes pagam $15.000
Os estrangeiros pagam $50.000

As crianças menores de 12 anos e os adultos maiores de 62 anos não pagam taxa de entrada. O mesmo se aplica às comunidades indígenas e pessoas da região.

É a única maravilha que nunca tive a oportunidade de visitar. Planejei várias vezes e sempre falhei. No entanto, para os viajantes interessados, aqui você encontrará as informações necessárias conhecer um pouco mais sobre o lugar.

Localizado no departamento de Huila, o Parque Arqueológico Tierradentro é um dos espaços mais incríveis para aprender sobre culturas pré-hispânicas. Por sua importância, foi declarado Patrimônio Mundial pela UNESCO em 1995.

Este lugar é uma reserva arqueológica, onde é possível encontrar vestígios dos ritos funerários de algumas culturas pré-hispânicas. Aqui você encontrará tumbas subterrâneas ou hipogeos, que são uma espécie de templos funerários. Estas construções foram feitas entre os séculos IV e IX. Dizem que as tumbas pertencem a comunidades agrícolas indígenas.

Com o passar dos anos, uma comunidade indígena que ainda existe chamada Paeces que historicamente habitou o departamento de Cauca e também em alguns setores de Putumayo, Tolima, Huila, Caquetá e Meta, começou a viver neste território. São eles que estão atualmente encarregados de proteger e honrar este espaço.

Tierradentro é um lugar que cativa por tudo o que oferece. Um trabalhador local menciona que:

“Tierradentro é uma experiência única, pois permite estar em contato com a natureza, também com os traços de uma cultura tão interessante que viveu neste espaço. Trata-se de uma oportunidade de aprender sobre nosso passado, através do que seus habitantes nos deixaram.” Com isso, fica claro para nós que visitar este lugar é uma experiência única de alto nível em cultura.

Como chegar ao Parque Tierradentro?

O Parque Tierradentro está localizado no município de Inza, no departamento de Cauca, em direção ao sudoeste do país.

Uma boa opção é fazer um tour a Tierradentro com todo incluído. Outra alternativa é pegar um jeep coletivo fora do terminal, que o leva a El Crucero (uma pequena vila) e de lá pegar um ônibus coletivo para Tierradentro.  

Tierradentro fica a cerca de 3 horas de carro de Popayán e 5 horas de San Austín. Desde Popayán, você também pode pegar um ônibus direto para Tierradentro que parte todos os dias às 10:30 da manhã.

O que descobrir no Parque Arqueológico?

O Parque Arqueológico é um destino no qual podemos entender uma cultura única, que construiu o local de descanso de seus mortos nas montanhas.

Tierradentro é um parque no qual os turistas podem encontrar atividades variadas, como passeios pelas colinas onde estão localizados os hipogeos (estruturas funerárias subterrâneas). Além disso, você pode visitar o museu arqueológico do local.

Museu Arqueológico

Foi aberto ao público em 2014 e renomeado como Museu Luis Duque Gómez. Neste espaço você encontrará diferentes ferramentas, objetos de ourivesaria, urnas funerárias e outros objetos que pertenciam à cultura indígena que há séculos atrás viveu no parque.

Hipogeus

Outro dos atrativos do local são os hipogeus, que são túmulos coletivos, que atingem até nove metros de profundidade, uma das relíquias arqueológicas mais importantes da história colombiana.

Também perto do parque você pode encontrar lugares para se hospedar, que têm opções não só de quartos, mas também de área de camping.

O parque é um magnífico exemplo de arquitetura funerária, várias estátuas monumentais de figuras humanas podem ser vistas no parque, que também contém muitos hipogeus do século VI ao século X. Estas enormes tumbas subterrâneas (algumas câmaras funerárias têm até 12 metros de largura) são decoradas com motivos que reproduzem a decoração interna das casas da época.

Também perto do parque você pode encontrar lugares para ficar, que têm opções não apenas quartos, mas também área de camping.

Quando e por que visitar este Parque?

Atualmente faz parte da lista dos Patrimônios Mundiais da Unesco na Colômbia, e suas descobertas fascinantes dão testemunho único e excepcionais de uma civilização desaparecida.

Viajante, visitar destinos turísticos como Tierradentro é a melhor maneira de conhecer grande parte da história colombiana, que habitou este país no passado e também é uma maneira de conhecer o que sobrou deles.

Algumas recomendações para visitar o local

  • No local eles vão pedir o maior respeito e cuidado com o lugar, não tente marcar nada e siga as regras que lhe dão.
  • Recomenda-se o uso de roupas apropriadas para a chuva. A temperatura do local varia de 16 a 18° C.
  • Lembre-se de usar protetor solar.

Teatro Colón

Site: https://teatrocolon.gov.co/

Horário: 10:00 h às 19:00 h

O Teatro Colón foi construído entre 1885 e 1895 pelo arquiteto italiano Pietro Cantini. A construção não foi fácil, porque a ideia que Cantini tinha em mente era tão sofisticada que exigia a criação de uma escola profissional para dar aos trabalhadores o conhecimento necessário para trabalhar no local.

No final do século XIX, no espaço onde está localizada a maravilha da Colômbia, estava localizado o Teatro Maldonado. Em 1895, o presidente da época Rafael Núñez expropriou este terreno para transformá-la no que se tornaria um dos edifícios mais emblemáticos do país: o Teatro Colón.

Hoje, o Teatro Colón é o espaço de todas as artes, lá é possível encontrar shows de dança, teatro, circo, música urbana, tradicional, clássica, ópera e muitos outros gêneros.

Um fato curioso é que o Teatro Colón só está na lista para alguns viajantes. No entanto, é um teatro imponente, localizado no centro histórico de Bogotá e oferece tours organizados em espanhol. Se você não dominar o espanhol, não se preocupe, você também pode reservar um tour em outro idioma com um pouco de antecedência.

Visitá-lo não será motivo de arrependimento!

Como chegar ao teatro?

O Teatro está localizado no centro da cidade de Bogotá. Seu endereço exato é: Calle 10 # 5-32, La Candelaria. A opção mais conveniente e fácil é entrar em um bom serviço de táxi a partir de sua localização.

O que você pode esperar de Bogotá?

Bogotá, como a capital, é quase sempre o primeiro contato com o país, ao contrário de muitos imaginários, esta cidade tem diferentes atrações que o tornam um lugar muito interessante para visitar.

A capital se destaca por ter um grande número museus, locais históricos como La Candelaria e vários lugares de interesse que fazem de Bogotá nunca uma cidade muito divertida e interessante.

Se você quiser saber um pouco mais sobre Bogotá, recomendo ler meu guia de viagem de Bogotá.  

O que descobrir no Teatro Colón?

No primeiro nível está o salão principal do Teatro Colón, onde grandes artistas desfilaram e foram realizadas apresentações nacionais e internacionais de grande nível artístico. Este salão tem capacidade para 785 assentos.

A sala Foyer está localizada no segundo andar do Teatro Cristobal Colón. Nesta sala, são realizados concertos musicais com pequenas orquestras, grupos de câmara e recitais. Este salão tem capacidade para 120 pessoas. 

O salão Victor Mallarino está localizado no terceiro andar do Teatro, onde surgiram os primeiros atores treinados na Colômbia, muitos dos quais construíram a história do teatro nacional.

A cortina ” de Gatti” do teatro foi feita em Florença (Itália), a obra tem 8,75 metros de altura por 11,35 de largura. O teatro também possui um centro de documentação aberto ao público, que conta com aproximadamente 15 mil textos e referências sobre o museu e suas intervenções ao longo do tempo.

Quando e por que visitar o Teatro Colón?

O Teatro Colón, em Bogotá, é o teatro nacional da Colômbia, construído em uma área de 2.400 metros quadrados. Seu estilo é neoclássico e sua fachada em pedra esculpida. O Teatro foi declarado Monumento Nacional e foi eleito a sétima maravilha da Colômbia na votação.

É importante ter em mente que para conhecer algumas boas datas para visitar, é preciso estar atento à programação e aos eventos do local. 

Você quer conhecer mais ótimos destinos turísticos na Colômbia? A seguir encontrará meu guia de viagem da Colômbia.

Guias de viagem da Colômbia

Se você está convencido de que deve ir para a Colômbia, vou oferecer alguns recursos de navegação a seguir.

Caro leitor

Gostou do nosso conteúdo? Convidamos você a compartilhá-lo e espalhar a mensagem de que a Colômbia é um dos países mais bonitos do mundo.

Leave a Reply

Posts relacionados

Em nosso Blog você encontrará informações sobre nossas experiências passadas, assim como dicas úteis para planejar sua viagem à Colômbia.